domingo, 19 de dezembro de 2010

Filme: Meu Malvado Favorito

Só tenho uma coisa pra dizer: Eu esperava mais desse filme.
Com todas as críticas que eu li, toda a divulgação que teve, todas as resenhas, wow, eu achei que era um filme que eu ia rachar de rir durante toda a uma ou duas horas e meia de duração.
Mas não foi assim.
Certo, tem suas partes engraçadas, seus momentos e tal, o filme em si é legal, mas eu assisti esperando tudo do filme e só recebi metade do que eu queria. E eu fiz uma comparação involuntária com Up, Altas Aventuras, que é muuuuuito legal e você ri o filme inteiro. Além de ter moral e ser muito fofinho.
Mas é bonitinho, o Meu Malvado Favorito. A pequenininha, a Agnes, com a fixação por unicórnios, nos curta metragens do dvd, eu fiquei meio rindo com uma cena de um deles (#
Além do mais, o filme trabalha o lado sentimental de um vilão e, bem, eu sempre gosto mais dos vilões. Assim como o Magneto é mais legal que o Xavier e qualquer um dos vilões que o Homem Aranha enfrentou é mais interessante que o Peter Parker, o Gru é o mais legal que o Vetor, o vilãozinho de araque que jura que o nome de nerd dele era Vitor.
É, certo.
Mas tanto faz.
O filme mostra que, no fundo, até a pior pessoa pode ter um coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário