sábado, 30 de outubro de 2010

Quotes Ghost Town

Antes de tudo, todos os quotes liberados aqui.

Shane estendeu sua mão e a puxou para ficar de pé, e a ajudou a tirar a grama, que foi mais uma desculpa para . O que ela não achava nem um pouco ruim. “Você viu meu movimento ninja? Aquilo foi rápido, né?”
“Você não é um ninja, Shane.”
“Eu assisti todos os filmes. Eu só não recebi o certificado do curso a distância ainda.”
- haha, Shane, meu amor platônico (#

Myrnin entrou para parte de trás da sala, carregando um monte de livros, que ele deixou cair com um barulho alto no chão para olhar para eles. ”Com licensa,” ele disse, “mas quando que meu laboratório se tornou apropriado para bitocas?”
“O que são bitocas?” Shane perguntou.
“Mostras ridículas de afeição inapropriadas na minha frente. Traduzido grosseiramente. E o que você está fazendo aqui?” Myrnin estava genuinamente ofendido, Claire percebeu. Nada bom.
“É minha culpa,” Claire disse correndo, e deu passo para mais longe de Shane, apesar de continuar segurando sua mão. ”Eu… Ele estava me ajudando com os experimentos.”
“Em que, biologia?” Myrnin cruzou os braços. ”Nós estamos comandando um laboratório secreto ou não? Porque se você vai deixar seus amigos aparecerem a qualquer hora que eles quiserem – “
“Menos, cara; ela pediu desculpas,” Shane disse. Ele estava observando Myrnin com aquele olhar frio, o que era um verdadeiro sinal de perigo. “Não foi culpa dela de qualquer jeito. Foi minha.”
“Foi,” Myrning disse suavemente. ”E como é que você não entende que aqui, neste local, essa garota pertence a mim, não a você?”
- OMG. O Myrnin me assuta as vezes. E o que ele quer dizer com isso? :X

O visual novo e chique de Claire não era nada comparado com o modelo da Eve, e justo quando a campainha tocou, Eve veio descendo as escadas fazendo barulho com suas fivelas e rendas e redes e botas, e as sobrancelhas de Shane subiram bem para o alto. Ele mastigou o cachorro-quente com chili, engoliu, e disse, “Tem algum feriado que eu tô perdendo? Dia das Meninas se Fantasiarem?”
“Sim, Shane, e é um segredo que você nunca participará,” Eve disse. “Você só se beneficia. Então fica quieto.”
“Você parece como se uma fábrica gótica explodiu por todo seu corpo!” Ele gritou enquanto ela descia o corredor.
“Também te amo, imbecil!”
- Na boa, a relação dos dois é fofa. Isso sim é coisa de melhores amigos, não aquela coisa melosa dos outros livros, onde um deles sempre cai de amores pelo outro ¬¬

“Não me menospreze, Danvers. Eu estou te avisando.”
“Eu não estou te menosprezando,” Claire suspirou. ”Eu estou te ignorando. Tem uma diferença. Menosprezar você implica que eu de fato te acho importante.”
- Com quem a Claire ta falando ? -q quotes me deixam curiosa. Não sei porque ainda leio eles. Hum. Talvez seja o Jason o tal menosprezado.

“Nada de construir máquinas com cérebros. Não. Você não pode matar alguém só para alimentar seu computador estúpido, Myrnin; é errado!”
“Bem, eu mato pessoas por sangue, sabia. Eu pensei que isso seria mais como conservação – não desperdice, não quer, e tudo isso. Se eu já estou as matando mesmo.”
Claire rolou os olhos. ”Você não mata pessoas por sangue, não em Morganville. Eu sei como fato que desde que você ficou melhor, você não tem – ” Bem, ela sabia isso, realmente? Ela tinha certeza? “Eu tenho quase certeza que você não tem.”
Ele sorriu, e era um sorriso triste e doce, o tipo que quebrava o coração dela por ele. “Oh, Claire,” ele disse. “Você me acha um homem bem melhor do que eu sou. Isso é gentil, e lisonjeiro.”
“Você está dizendo que você – “
“Rosquinhas!” Myrnin a interrompeu, e se lançou para longe, para voltar em segundo com uma caixa aberta. “Com cobertura de chocolate. Seu favorito.”
- Acho que o Myrnin tava tentando comprar a Claire com rosquinhas.

Richard balançou sua cabeça. ”Para constar, eu registro uma objeção a isso,” ele disse. ”Ela não é culpada. Você está dobrando as leis para beneficiar vampiros.”
Amelie levantou as suas sobrancelhas pálidas. ”É claro que estou,” ela disse. ”Morganville ainda é a minha cidade, Richard. Você faria bem de lembrar disso.”
“Então porque nós estamos sentados aqui? Só para fazer parecer legítimo?” Richard empurrou sua cadeira para trás. ”A criança não é culpada. E você está manipulando as coisas para ter o que você quer.”
- Aposto um doce que 'a criança não é culpada' que o Richard se refere é o Shane - o pobre gato injustiçado de Morganville.

Myrnin sorriu, só um pouquinho, e parecia muito triste. “Você me lembrou de alguém agora.”
“Quem?”
“Não te faria se sentir melhor saber isso.”
Ela podia adivinhar de qualquer forma. “Ada,” ela disse. ”Você tem aquele olhar de pensando-sobre-a-Ada.”
“Eu não sei o que você quer dizer.”
“Você parece que sente falta ela,” Claire disse. “Você sente, não?”
O sorriso dele sumiu, como se ele não tivesse a força para segurá-lo mais.
- Myrniiiiiin *-*

“Quando é o almoço?”
“Vocês humanos, sempre comendo. Eu te farei sopa. Você pode comer enquanto você continua trabalhando.” Myrnin colocou o seu livro de lado e andou até o fundo do laboratório.
“Não use o mesmo beaker que você usou para venenos!” Claire gritou para ele. Ele balançou uma mão pálida. “Eu estou falando sério!”
- hsudfhsudhfusduf, Myrnin lindo *-*

Oliver disse, “Sua filha não é uma criança desamparada. Você tem deixá-la ter a sua própria vida, agora ou um ano a partir de agora, qual a diferença?”
Claire nunca, nunca tinha visto sua mãe assim – assim focada, assim feroz, assim determinada. A mãe dela colocou os braços ao redor dela, a segurando em um abraço protetor. “Eu não tenho que desistir dela para você,” ela disse. ”Eu sei que Claire é capaz de ficar sozinha; eu sei disso há muito tempo. Mas ela é nossa criança, agora e sempre, e uma vez que meu marido estiver melhor nós vamos voltar por ela. Você não pode mantê-la aqui para sempre.”
Shane deu uma pequena respirada, e Claire sentiu o seu coração bater um pouco mais rápido, e pensou, não, Mãe, não…
- Oliver defendendo a Claire? E qual é a dessa última frase, do Shane respirando e a Claire 'Mãe, não...' ? Fiquei confusa.

“Agora eu pego o resto dos seus tacos,”ela disse, e foi para frente para encostar seus lábios provocantemente contra os dele. “E talvez a sua Coca. E talvez mais alguma coisa.”
“Que outra coisa? Você me limpou. Eu não tenho sobremesa,” ele murmurrou. As palavras estavam vindo de um lugar no fundo da sua garganta, um tipo de rosnado que a fazia se sentir quente-nuclear por dentro. “A não ser que você estava pensando-”
“Eu não sei, O que eu estou pensando?” Ela sorriu vagarosamente ao olhar dele, e se sentiu absolutamente malvada. “Alguma idéia?”
“Eu acho que eu acabei de me tornar psíco,”ele disse. “Ou louco.”
- Aaaaah eu adoro os dois *-* ps: Claire safadinha (6

2 comentários:

  1. Isso me deixa muito ansiosa para ler o proximo livro. É impressão minha ou as vezes parece que o Myrnin morre de ciúmes da Claire com o Shane? Posso jurar que há momentos em que acho que ele realmente sente algo por Claire além da relação chefe e fucionário ou seja lá qual relação louca eles tenham. E outra acho que o Myrnin é bipolar, uma hora ele é simplesmente fofo e em outra ele é totalmente assustador.

    ResponderExcluir
  2. Exatamente isso que eu tava pensando: o Myrnin é bipolar.
    Sabe, faz sentido, já que não foi só uma vez que o Myrnin ficou meio que irritado com a aproximação corporal dos dois (# Mas não acho que chegue a ciúmes. Eu acho que é mais um afeto estranho de vampiro, possessivo, ele deve ter aquele instinto de que só porque ela é aprendiz dele ela é propriedade dele e tem que dar atenção exclusiva ao vamp que usa pantufas de coelho com presas :)
    Mas faz bem sentido. :D gostei da teoria o/
    beijo

    ResponderExcluir