sábado, 30 de outubro de 2010

News: Bite Club, MV

Saiu a capa *-* E eu achei linda. Mas o cara da capa é pra ser Michel ou Shane? Faz mais o tipo Michel. Mas acho que seja o Shane. A Claire tá linda, amei a roupa. E eu tenho uma fissura pelo cabelo dela desde o primeiro livro ;x que coisa bizarra. Enfim.

Quotes Ghost Town

Antes de tudo, todos os quotes liberados aqui.

Shane estendeu sua mão e a puxou para ficar de pé, e a ajudou a tirar a grama, que foi mais uma desculpa para . O que ela não achava nem um pouco ruim. “Você viu meu movimento ninja? Aquilo foi rápido, né?”
“Você não é um ninja, Shane.”
“Eu assisti todos os filmes. Eu só não recebi o certificado do curso a distância ainda.”
- haha, Shane, meu amor platônico (#

Myrnin entrou para parte de trás da sala, carregando um monte de livros, que ele deixou cair com um barulho alto no chão para olhar para eles. ”Com licensa,” ele disse, “mas quando que meu laboratório se tornou apropriado para bitocas?”
“O que são bitocas?” Shane perguntou.
“Mostras ridículas de afeição inapropriadas na minha frente. Traduzido grosseiramente. E o que você está fazendo aqui?” Myrnin estava genuinamente ofendido, Claire percebeu. Nada bom.
“É minha culpa,” Claire disse correndo, e deu passo para mais longe de Shane, apesar de continuar segurando sua mão. ”Eu… Ele estava me ajudando com os experimentos.”
“Em que, biologia?” Myrnin cruzou os braços. ”Nós estamos comandando um laboratório secreto ou não? Porque se você vai deixar seus amigos aparecerem a qualquer hora que eles quiserem – “
“Menos, cara; ela pediu desculpas,” Shane disse. Ele estava observando Myrnin com aquele olhar frio, o que era um verdadeiro sinal de perigo. “Não foi culpa dela de qualquer jeito. Foi minha.”
“Foi,” Myrning disse suavemente. ”E como é que você não entende que aqui, neste local, essa garota pertence a mim, não a você?”
- OMG. O Myrnin me assuta as vezes. E o que ele quer dizer com isso? :X

O visual novo e chique de Claire não era nada comparado com o modelo da Eve, e justo quando a campainha tocou, Eve veio descendo as escadas fazendo barulho com suas fivelas e rendas e redes e botas, e as sobrancelhas de Shane subiram bem para o alto. Ele mastigou o cachorro-quente com chili, engoliu, e disse, “Tem algum feriado que eu tô perdendo? Dia das Meninas se Fantasiarem?”
“Sim, Shane, e é um segredo que você nunca participará,” Eve disse. “Você só se beneficia. Então fica quieto.”
“Você parece como se uma fábrica gótica explodiu por todo seu corpo!” Ele gritou enquanto ela descia o corredor.
“Também te amo, imbecil!”
- Na boa, a relação dos dois é fofa. Isso sim é coisa de melhores amigos, não aquela coisa melosa dos outros livros, onde um deles sempre cai de amores pelo outro ¬¬

“Não me menospreze, Danvers. Eu estou te avisando.”
“Eu não estou te menosprezando,” Claire suspirou. ”Eu estou te ignorando. Tem uma diferença. Menosprezar você implica que eu de fato te acho importante.”
- Com quem a Claire ta falando ? -q quotes me deixam curiosa. Não sei porque ainda leio eles. Hum. Talvez seja o Jason o tal menosprezado.

“Nada de construir máquinas com cérebros. Não. Você não pode matar alguém só para alimentar seu computador estúpido, Myrnin; é errado!”
“Bem, eu mato pessoas por sangue, sabia. Eu pensei que isso seria mais como conservação – não desperdice, não quer, e tudo isso. Se eu já estou as matando mesmo.”
Claire rolou os olhos. ”Você não mata pessoas por sangue, não em Morganville. Eu sei como fato que desde que você ficou melhor, você não tem – ” Bem, ela sabia isso, realmente? Ela tinha certeza? “Eu tenho quase certeza que você não tem.”
Ele sorriu, e era um sorriso triste e doce, o tipo que quebrava o coração dela por ele. “Oh, Claire,” ele disse. “Você me acha um homem bem melhor do que eu sou. Isso é gentil, e lisonjeiro.”
“Você está dizendo que você – “
“Rosquinhas!” Myrnin a interrompeu, e se lançou para longe, para voltar em segundo com uma caixa aberta. “Com cobertura de chocolate. Seu favorito.”
- Acho que o Myrnin tava tentando comprar a Claire com rosquinhas.

Richard balançou sua cabeça. ”Para constar, eu registro uma objeção a isso,” ele disse. ”Ela não é culpada. Você está dobrando as leis para beneficiar vampiros.”
Amelie levantou as suas sobrancelhas pálidas. ”É claro que estou,” ela disse. ”Morganville ainda é a minha cidade, Richard. Você faria bem de lembrar disso.”
“Então porque nós estamos sentados aqui? Só para fazer parecer legítimo?” Richard empurrou sua cadeira para trás. ”A criança não é culpada. E você está manipulando as coisas para ter o que você quer.”
- Aposto um doce que 'a criança não é culpada' que o Richard se refere é o Shane - o pobre gato injustiçado de Morganville.

Myrnin sorriu, só um pouquinho, e parecia muito triste. “Você me lembrou de alguém agora.”
“Quem?”
“Não te faria se sentir melhor saber isso.”
Ela podia adivinhar de qualquer forma. “Ada,” ela disse. ”Você tem aquele olhar de pensando-sobre-a-Ada.”
“Eu não sei o que você quer dizer.”
“Você parece que sente falta ela,” Claire disse. “Você sente, não?”
O sorriso dele sumiu, como se ele não tivesse a força para segurá-lo mais.
- Myrniiiiiin *-*

“Quando é o almoço?”
“Vocês humanos, sempre comendo. Eu te farei sopa. Você pode comer enquanto você continua trabalhando.” Myrnin colocou o seu livro de lado e andou até o fundo do laboratório.
“Não use o mesmo beaker que você usou para venenos!” Claire gritou para ele. Ele balançou uma mão pálida. “Eu estou falando sério!”
- hsudfhsudhfusduf, Myrnin lindo *-*

Oliver disse, “Sua filha não é uma criança desamparada. Você tem deixá-la ter a sua própria vida, agora ou um ano a partir de agora, qual a diferença?”
Claire nunca, nunca tinha visto sua mãe assim – assim focada, assim feroz, assim determinada. A mãe dela colocou os braços ao redor dela, a segurando em um abraço protetor. “Eu não tenho que desistir dela para você,” ela disse. ”Eu sei que Claire é capaz de ficar sozinha; eu sei disso há muito tempo. Mas ela é nossa criança, agora e sempre, e uma vez que meu marido estiver melhor nós vamos voltar por ela. Você não pode mantê-la aqui para sempre.”
Shane deu uma pequena respirada, e Claire sentiu o seu coração bater um pouco mais rápido, e pensou, não, Mãe, não…
- Oliver defendendo a Claire? E qual é a dessa última frase, do Shane respirando e a Claire 'Mãe, não...' ? Fiquei confusa.

“Agora eu pego o resto dos seus tacos,”ela disse, e foi para frente para encostar seus lábios provocantemente contra os dele. “E talvez a sua Coca. E talvez mais alguma coisa.”
“Que outra coisa? Você me limpou. Eu não tenho sobremesa,” ele murmurrou. As palavras estavam vindo de um lugar no fundo da sua garganta, um tipo de rosnado que a fazia se sentir quente-nuclear por dentro. “A não ser que você estava pensando-”
“Eu não sei, O que eu estou pensando?” Ela sorriu vagarosamente ao olhar dele, e se sentiu absolutamente malvada. “Alguma idéia?”
“Eu acho que eu acabei de me tornar psíco,”ele disse. “Ou louco.”
- Aaaaah eu adoro os dois *-* ps: Claire safadinha (6

News: Awakened, HON

Saiu a capa de Awakened *-* E, como todas as capas de House of Night, essa também é muito, muuito linda. Tipo, apaixonei total. Deu até vontade de ler Burned porque, infelizmente, ainda não li. Falta de saco pra isso. A enrolação da Zoey já me irritava, agora mais a enrolação da Stevie Rae, eks.
Tem asas ali? De primeira, achei que era o Kalona com as asas - são asas, tenho certeza - mas entãoa vistei as tatuagens vermelhas. OMG, é o Stark, fato. Será que ele tipo vira um anjo, como o Kalona? Tipo, o Kalona era Guerreiro da Nyx, será que Stark sendo Guerreiro da Zoey, a Alta Sacerdotisa e tal, muito poderosa, parecida com Nyx e blábláblá, será que ele cria asas e vira um Guerreiro gostoso super quente com asas legais?
Wow. Minha cabeça borbulha com teorias. Preciso de Awakened agora, ponto de exclamação.



No inicio de Awakened, o oitavo livro acelerador de pulsos da série best-seller House of Night, Zoey volta, em grande parte inteira, do Outromundo para o seu lugar legitimo como a Alta Sacerdotisa da escola House of Night. Seus amigos estão felizes em tê-la de volta, mas depois de perder o seu consorte humano, Heath, continuará Zoey – ou o seu relacionamento com o seu Guerreiro super gostoso Stark – a ser a mesma? Stevie Rae está se aproximando cada vez mais de Rephaim, o Corvo Escarnecedor com qual ela compartilha um imprint misterioso e poderoso, mas ele é um perigoso segredo que a isola de sua escola, seus calouros vermelhos, e até de seus melhores amigos. Quando a ameaça sombria de Neferet – que está chegando mais perto de conquistar a sua distorcida meta da imortalidade – e Kalona retorna, o que é preciso para impedir a House of Night de se perder para sempre? E o que fará uma garota desesperada para impedir que seu coração se quebre irreparavelmente?

News: O Beijo Sombrio, Academia de Vampiros

Heei :B
Pelo menos um dos livros foi traduzido descentemente. O Beijo Sombrio. O phods é que ficou idêntico a tradução do primeiro. Mas dane-se. É a Rose e eu amo ela, não importa o quanto agridam a imagem do seu livro perfeito (L A capa também é boa, finalmente pararam de tentar nacionalizar a capa e usaram a dos EUA mesmo. Só que eu ODEIO esse zoom que eles dão na capa original. Isso me irrita. Parece tudo tão gigante ¬¬ O que tem de mais em simplesmente usar a original? Caramba. Que raiva. Por favor, pessoas da editora de VA que eu esqueci o nome, parem de aproximar as capas.
Thank you (y E eu gosto mais da capa americana do que a brasileira, um fato. E, caralho - ops, de novo a capa brasileira do terceiro livro é a capa americana do primeiro ¬¬ gente. dá pra ser mais trágico ?


News: The Host & The Mortal Instruments

Aaaah okey. Eu sou meio tosca por criar um post inteiro só pra dizer isso, mas cara, é que eu amei de paixão apaixonada o livro e quando a gente vê a noticia de um dos seus livros mais amados virando filme, bom, a gente meio que surta. E eu meio que morri agora por causa disso *-*
O bom foi que, enquanto lia a noticia super legal lá no Livros em Série, a Stephenie Meyer vai por os dedinhos dela no roteiro, escolha de personagens e tudo o mais. E eu acho que todo autor quando vende seus direitos autorais para reprodução cinematográfica, deveria exigir a participação do mesmo em escolha de atores, roteiro e tudo o mais. Acho que a contribuição do próprio autor, da mente criadora do unvierso do livro tem que participar da reprodução do mesmo em filme. Porque, ei, a maioria - não todos - dos roteiristas acaba fazendo merda na adaptação. E, com a ajuda do próprio escritor, as vezes a coisa melhora.
E cara, eu espero que The Host seja tipo, um suuuuuper filme *-*
Ah, ver o Ian sendo interpretado por um ator lindo de cair dura ia ser legal também.
Ah, e, caralho -ops, acabei de ver também que, como todos sabiamos, os direitos cinematográficos de Mortal Instruments foramv endidos. Okey, nada de novo. Mas quem esta no comando do projeto são ninguém mais, ninguém menos que os produtores de Resident Evil 4. É, eu amo Resident Evil. Wow, isso vai ser bom.
Amei. Jace nas telonas também? Ah - grito completamente histérico - meio que morri duas vezes só nesse post.
Tá, agora parei. Beijos.

News: Ghost Town, MV

Ai eu vi a noticia no Livros em Série e fiquei tipo -q já? Achei que ia demorar, tipo, só pra dezembro e tal.
E caralho - malz.
Eu ainda nem li Kiss of Death! Mas ei, vou ler ele hoje mesmo e, possivelmente, terminar amanhã. Preciso e preciso saber o que acontece com Claire e aquele rolo louco do Morley e a vida do Shane e da Eve e pá.
Enfim.
Só pra vcs saberem e não ficarem que nem eu -q quando vi a noticia.
Adoro a Rachel por não fazer a gente ficar delirando pela espera do livro *-*


Ghost Town (Morganville Vampires, Book 9) de Rachel Caine

Enquanto desenvolve um novo sistema para manter as defesas de Morganville, a estudante Claire Danvers descobre uma forma de amplificar os poderes mentais dos vampiros. Através disso, ela pode reestabelecer o campo em volta dessa cidade infestada de vampiros que a protege de forasteiros.
Mas as novas atualizações tem uma consequencia inesperada: as pessoas de dentro da cidade começam a esquecer quem são, aos poucos – até mesmo os vampiros. Logo, o pequeno problema de memória da cidade se torna epidêmico. Agora Claire deve descobrir uma maneira de “desligar” seu experimento – antes que ela se esqueça de como ela pode salvar Morganville…

Aaaaah a sinopse *-* eu não tinha lido ela inteira ainda :O E tipo, esquecer? Como assim? Oh, será que o Shane vai esquecer quem ele é e quem ele ama e vai tipo, ignorar e esnobar a Claire? OMG. Eu preciso ler.
Beijin.
Ah, e lembrando que o próximo livro da série é Bite Club, e eu não faço ideia de quando vai ser lançado, entretanto, já postei no blog anteriormente :B

domingo, 24 de outubro de 2010

Apresentando: Sussurradora de Dragões, NR Pim

Divulgando o novo livro da Nathália Regina Pim, vocês sabem, aquela que escreve Annika Jean (: Sua nova criação agora é Sussurradora de Dragões, a história de Kim, a princesa sem trono, dona de um dom há muito retirado das mulheres.
Seguem sinopse e capa.
Ah. A capa é tão maravilhosamente linda *-*


Kímcella ou Kim Drascon, é uma adolescente normal, bom, quase isso.
Alem do fato dela ser uma princesa sem trono no reino de Drascon ela ainda é a herdeira de um antigo dom, que fora retirado das mulheres para ser entregue aos homens, a séculos atrás.
Ela tem o poder de sussurrar aos dragões.

No reino de Drascon, dragões não nascem dragões. Eles nascem humanos, como qualquer um, e ao cometerem o pior crime do reino (Matar um humano) eles se transformam nessas terriveis e incomprendidas criaturas condenadas a ficarem assim para sempre, tornando-se humanos apenas na segunda semana de cada mês.

Thorn Blood-Mate era apenas mais um homem que se apaixonou pela mulher errada, a princesa Cordélia Drascon, mas diferente de qualquer outro, ele lutou por esse amor, e graças a isso ele é agora um dos mais temidos dragões do reino de Drascon.

Após ser capiturado, ele é madado para a unica pessoa que pode domá-lo.
Kímcella Drascon.

Kim não entende Thorn.
Thorn não suporta ficar perto de Kim.
Kim odeia o fato de não conseguir sentir o que ele sente.
Thorn odeia o fato dela ser identica a Cordélia.

Mas a verdade é que em cima de todo espinho a uma rosa.
E que toda rosa precisa de um espinho que possa protegê-la.

News: Anéis de Fogo

Heei pessoas.
E ei, só pra dizer, tem uns recados que eu recebo no orkut que a galera deve me achar a maior antipática do universo porque eu não respondo. Não é por querer, é que meu orkut é um idiota e marca qualquer coisa como spam, mesmo quando não tem absolutamente nada que indique que é um spam. Então, não se ofedam se um recado que vc me mandou em abril for respondido só agora. É que só agora eu aprendi a como checar a caixa de spam.
Eu sei. Leeesada. -er
Então, Só pra divulgar o blog da trilogia, já que eu gosto mais de blogs -q
É o mesmo esquema do blog dos Borboletas Negras, a medida que forem postados os capítulos na comunidade, automaticamente eu estarei postando no blog. Sem tretas.
E eu amei o design do blog. Dos dois. Aliás, to a fim de mudar a aparência do meu oficial aqui. Hum.
Enfim, ta aí: http://trilogiaaneisdefogo.blogspot.com/
quatro capítulos postados ;*

anjo da guarda /

Achei o site oficial de Beijada por um Anjo. Só que agora esqueci de copiar o link. Ah, dane-se.
EU fiz aquele negócio pra ver qual era meu anjo só de bobeira e acabei gostando porque tem tudo a ver comigo.
Então, segue aí a descrição do meu anjo e um textinho que eu fiz, já que bateu uma inspiração na hora e resolvi fazer. Era pra participar da promoção, mas não gostei muito do regulamento, então não participei.

Lauviah: Você tem a sensibilidade dos artistas e é capaz de captar o belo e tudo o que se passa na alma humana com beleza e sutileza. Em determinada época de sua vida, encontra sua verdadeira vocação artística e tende a fazer dela um hobby ou profissão. Procura, no seu dia a dia, estar sempre junto de pessoas tão sensíveis para as artes como você e que tenham algo de cultural para lhe oferecer. Esse mundo fechado pode isolá-la um pouco dos amigos e familiares.




Tudo que eu faço é um risco, uma incerteza, apenas busco razão para minhas ações, esperando que minhas atitudes sejam as corretas. Não sei se erro, não sei se confio, não sei se faço realmente a coisa certa.
Os piores males são os que me cercam de perto, os dentro de mim mesma, na minha mente, esses são os vilões os qual devo derrotar.
Espero apenas que você possa me proteger enquanto lido com eles.

Amanda Steilein

Desafio da Kath !

5 filmes/séries/programas que eu odeio.
A meta é dizer 5 filmes/séries/programas que você odeia e dizer o motivo de você não gosta.

Crepúsculo
Por todos os motivos óbvios já citados no blog anteriormente. E o máster supra motivo: vampiros brilham.

Os Mutantes
Onde já se viu novela com segunda temporada? E reprise depois de dois anos ininterruptos dessa merda, mesmo que a novela (parte um e dois) tenha acabado a menos de dois anos? É. Por. Isso. Que. Eu. Odeio.

Quiz
Qualquer canal que seja, sempre ferra a grade de programação. Tipo na MTV, tem programas muito legais (tipo o MTV na Rua especial 20 anos) que passam exatamente na hora do bendito quiz.
Se enforca apresentadora do quiz, caramba.

Budy
Todos os filmes que envolva esse cachorro. Tipo, "Budy jogando basquete", "Budy jogando vôlei de praia" ¬¬ daqui a pouco teremos "Budy jogando atari".

A Fazenda
Tenho profunda e intensa agonia desse programa. A manipulação de votos nas eliminações é evidente, spo não vê quem não quer. Além do mais, pensei que os artistas devessem estar lá cuidando da fazenda e não brincando de ganhar dois mil carros por semana.

;**

sábado, 23 de outubro de 2010

Apresentando: Conto Eternal Flame, Os Imortais

Alyson Noël escreveu um conto, Eternal Flame, contando como foi quando Damen conheceu Ever, Evangeline, pela primeira vez.
E dava pra ser mais perfeito? Foi em Paris. E dá pra ser mais romântico do que ficar reconquistando a mesma garota há quatrocentos anos? Não, não dá. Não tem como. E é por isso que eu adoro esse personagem. (L
Mas sabe o quê mais, acho que a partir desse conto poderia sair um livro. Não o Para Sempre pelo POV do Damen, mas sim o antes, tipo uma série com os quatrocentos anos antes de Ever, passando por todas as encarnações dela, todos os pontos altos e baixos, todas as mortes, todos os planos da Drina e tal, todos os Judes...
Nossa, daria pra escrever tipo, trinta livros com isso. E eu aposto que, se bem escrito, eu não ia me cansar de ler.
Eu li o conto e gostei, um ponto de vista diferente do da mocinha, um ponto de vista de quem sabe de todos os segredos e tal, só achei que terminou meio cago, mas são assim os contos.
E eu fiquei com vontade de quero mais. O conto termina onde poderia começar o Capítulo Um, como se o conto fosse apenas um Prólogo.
Wow. Eu ia gostar disso. Muito.
Enfim.

Resenha: O Símbolo Perdido, Dan Brown

Terminei de ler ontem. E eu sou suspeita pra falar porque eu adoro Dan Brown. Mas O Símbolo Perdido é tipo, muito, muito, muito bom.
E o Robert Langdon não beija ninguém.
Adoro o jeito minucioso que o autor escreve e a capacidade dele de fazer isso sem deixar o livro completamente maçante. Sem cotnar a imensidão de pontas soltas que ele consegue dar o nó de qualquer jeito. E um nó muito bem dado, diga-se de passagem. A gente pensa uma coisa e, de repente, é outra. A gente começa a gostar de um personagem e, do nada, ele é o vilão.
Só pra descobrirmos mais tarde que, na verdade, ele era o mocinho.
spoiler; aliás, deixe-me dizer, eu SABIA desde o começo que o Mal'ak (seja lá como se escreve o nome desse diabo) era o Zachary. Ponto. Eu sabia, rá. E eu também sabia que o segredo e parará era a Bíblia, ponto.
Como se alguém ligasse, dãr.
E tipo, os vilões dele sempre são OS vilões.
Psicopatas completamente perturbados mentalmente. E assassinos, claro. Assassinos bem cruéis e nojentos, que deixam suas vitimas em estados deploráveis.
Tipo arrancar o olho de alguém e usar para a leitura óptica, como em Anjos e Demônios. E, vamos combinar, o Mal'ak era muuito bizarro. "Inconvenientes" eram tratados com, sei lá, uma estrangulação ou afogamento. Tipo, acidentes.
As coisas narradas, relatos da ciência noética e tal. Você fica babando, pensando se realmente essa tecnologia existe. Particularmente, acho que sim. Mas enfim. Quando o Langdon tava naquele estado (er, quem leu sabe do que eu estou falando) e ficou narrando umas coisas do tipo escuridão total e pá, eu pensei que o autor tava fugindo do que ele sempre escreveu, porque tudo que eu li do Dan Brown sempre foi baseado em fatos, mesmo que envolvesse religião e Deus. Mas, então, não era bem isso, eu tava errada porque aquilo era bem factual -hehe
Mas enfim. Eu gostei e acho que todos deveriam ler.
Ponto.


Chamado por seu amigo Peter Solomon para dar uma palestra em Washington, Robert Langdon viaja até a capital americana, mas ao entrar no palco para iniciar a palestra descobre que tudo aquilo foi uma forma de atrair-lo até ali para iniciar uma busca por um antigo portal místico que tornaria possível a Apoteose. Robert se vê então forçado a colaborar com Mal`akh, vilão que esquematiza todos os passos de Langdon para que este decifre e revele o segredo da Pirâmide Maçônica, para que assim Mal`akh tenha acesso ao poder prerrogado pela lenda dos Antigos Mistérios. No desenrolar da trama Robert recebe ajuda de Katherine Solomon, irmã de Peter que está sendo mantido refém pelo vilão da historia. Katherine é uma pesquisadora de um novo ramo da ciência, a Noética. Juntos vão decifrando os segredos escondidos na Pirâmide e se aproximando cada vez mais do grande Símbolo Perdido, palavra que quando entendida daria ao homem um poder sobre-humano.

domingo, 17 de outubro de 2010

Review: Wings, Aprillyne Pike

Lembram desse livro que eu postei há mil anos e ainda não consegui uma bendita tradução da continuação? Pois é. Achei a sinopse dele, pelo menos isso. Estou surtando. Preciso da continuação, saber o que vai acontecer com Tam/Laurel/David.
Eu realmente espero que ela fique com o quente e impulsivo (de um jeito bom) Tamani.
Só pra relembrar, sinopse do primeiro e segundo livros:

Wings
Laurel sempre viveu como uma garota comum, mas agora alguma coisa está acontecendo com ela. Alguma coisa mágica. Neste encantador conto de magia, romance e perigo, tudo que você pensou que sabia sobre fadas será mudado para sempre.

Spells
Seis meses se passaram desde que Laurel salvou a porta de entrada para o reino das fadas de Avalon. Agora, ela deve passar o verão lá, afiar suas habilidades como uma fada. Mas sua família humana e amigos ainda estão em perigo mortal - a passagem para Avalon é mais comprometida do que nunca. Quando chega a hora de proteger aqueles que ama, ela vai depender de David, seu namorado humano, para ajudar? Ou será que ela vai voltar para Tamani, a fada eletrizante, com quem sua conexão é inegável?

Apresentando: Trilogia Wake, Lisa Mcmann

Wake
Por dezessete anos Janie vem sendo sugada para dentro dos sonhos de outras pessoas, e isso estava ficando cansativo. Especialmente os sonhos sobre quedas, nudismo, e sexo selvagem. Janie já havia visto fantasias o suficiente para o resto de sua vida.
Ela não poderia contar para ninguém sobre o que ela podia fazer—Eles nunca acreditariam nela, ou pior, eles pensariam que ela era uma aberração. Então Janie vivia no limite, amaldiçoada com uma habilidade que não queria e não podia controlar.
Então ela é sugada para dentro de um pesadelo, que a apavora até os ossos. Pela primeira vez, Janie é mais do que uma espectadora da mente distorcida de outra pessoa. Ela é uma participante.

Fade
Para Jane e Cabel a vida real esta cada vez mais difícil que os sonhos. Eles estão tentando apenas aproveitar algum tempo (secreto) junto, mas eles não têm tanta sorte. Coisas estranhas estão acontecendo em Fieldrige High, mas ainda assim ninguém quer comentar. Quando Janie cai em um pesadelo violento de uma colega, o caso finalmente começa a se desenrolar. Mas nada funciona como o planejado. Nem mesmo perto. As decisões de Janie e o chocante comportamento de Cabel têm graves conseqüências para os dois.
Ainda pior, Janie aprende a verdade sobre si mesma e sobre a sua capacidade. Serio, brutal e desolador. Não é só o seu destino como apanhadora de sonhos que estava selado, mas o que esta por vir é ainda mais obscuro do que ela havia temido...

Gone
As coisas deveriam estar muito bem para Janie – ela se formou na escola, e está passando seu verão com o Cabel, o cara por quem está completamente apaixonada. Mas bem no fundo ela está em pânico, pensando em como irá sobreviver ao seu futuro, quando o poder de ser sugada para dentro dos sonhos de outras pessoas finalmente começar a cobrar seu preço.
As coisas ficam ainda mais complicadas quando ela encontra o pai pela primeira vez – e ele está em coma. Enquanto Janie revela segredo de seu passado, ela começa a perceber que a escolha que ela pensa ter, pode reservar mais dores do que ela jamais poderia imagina.

sábado, 16 de outubro de 2010

Apresentando: Beijada por um Anjo, Elizabeth Chandler

Beijada por um Anjo, Elizabeth Chandler

"Ivy acreditava e confiava nele como jamais tinha confiado em alguém. Um dia criaria coragem para dizer, com todas as letras, eu te amo Tristan."
O nadador Tristan era o rapaz mais popular da escola e habitava o imaginário de todas as meninas da cidade. Na verdade quase todas, menos Ivy Lyons. Ivy só queria a companhia dos anjos. Seu preferido, desde menina, era Tony, o anjo da água, desde que o chamou pela primeira vez ao cair em uma piscina, sem saber nadar.
A água, que era o temor de Ivy e a paixão de Tristan, seria a responsável pela aproximação de suas vidas e os envolveria em uma linda história de amor, companheirismo e confiança.
A paixão envolvente, o companheiro ideal e a crença nos anjos são interrompidos no dia em que Tristan sofre um acidente.
Uma linda história de amor interrompida cedo demais…

Resenha: A Última Música, Nicholas Sparks

Posso dizer uma coisa? Me apaixonei pelas histórias do Nicholas Sparks. Meu ídolo forever agora. E cara, eu pensei que a Miley Cyrus ia ficar cantando a cada cinco minutos no filme e me surpreendi quando isso não aconteceu.
E mano, ela interpreta bem ;O
Tá que teve um ou dois momentos que ela fez uma expressão tipo Hannah Montana, mas ísso a gente supera porque o filme é lindo. E eu assisti ele com um colossal nó na garganta, assim como Querido John. Sério, porque os pais tem que morrer em ambos os filmes? :/ Os dois foram filmes que, pela primeira vez na vida, não foquei no casal principal (na boa, estava meio me lixando pra eles, exceto pelo cara super sem camisa jogador de vôlei de praia completamente lindo, o Will) e sim no drama familiar ao redor deles.
Ah, e o eu também gostava muito mesmo do John. Mas gostei mais da Ronnie do que da Savannah. A Ronnie tem mais personalidade. Eu gosto de personalidade -q
É lindo. O filme, não o protagonista. Mas o protagonista também é bonito. Mas agora eu estou falando do filme. É muuuito lindo mesmo. Fiquei com votnade de ler o livro agora .-.
;*

Dom Quixote, Engenheiros do Hawaii

Composição: Humberto Gessinger / Paulo Gauvão



Muito prazer, meu nome é otário
Vindo de outros tempos mas sempre no horário
Peixe fora d'água, borboletas no aquário
Muito prazer, meu nome é otário
Na ponta dos cascos e fora do páreo
Puro sangue, puxando carroça

Um prazer cada vez mais raro
Aerodinâmica num tanque de guerra,
Vaidades que a terra um dia há de comer.
"Ás" de Espadas fora do baralho
Grandes negócios, pequeno empresário.

Muito prazer me chamam de otário
Por amor às causas perdidas.
Tudo bem, até pode ser
Que os dragões sejam moinhos de vento
Tudo bem, seja o que for
Seja por amor às causas perdidas
Por amor às causas perdidas

Tudo bem... Até pode ser
Que os dragões sejam moinhos de vento
Muito prazer... Ao seu dispor
Se for por amor às causas perdidas
Por amor às causas perdidas.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Sinopse de Awakened

heei, saiu a sinopse de Awakened, oitavo livro de House of Night ;*


No inicio de Awakened, o oitavo livro acelerador de pulso da série best-seller House of Night, Zoey volta, em grande parte inteira, do Outromundo para o seu lugar legitimo como a Alta Sacerdotisa da escola House of Night. Seus amigos estão felizes em tê-la de volta, mas depois de perder o seu consorte humano, Heath, continuará Zoey – ou o seu relacionamento com o seu Guerreiro super gostoso Stark – a ser a mesma? Stevie Rae está se aproximando cada vez mais de Rephaim, o Corvo Escarnecedor com qual ela compartilha um imprint misterioso e poderoso, mas ele é um perigoso segredo que a isola de sua escola, seus calouros vermelhos, e até de seus melhores amigos. Quando a ameaça sombria de Neferet – que está chegando mais perto de conquistar a sua distorcida meta da imortalidade – e Kalona retorna, o que é preciso para impedir a House of Night de se perder para sempre? E o que fará uma garota desesperada para impedir que seu coração se quebre irreparavelmente?

domingo, 10 de outubro de 2010

restart, er ¬¬

Ah cara. Eu mereço isso? Sério, o que foi que eu fiz? Deve ter sido uma coisa mega séria pra merecer Restart aqui em Jaraguá do Sul? Eles não podiam simplesmente esquecer a minha cidade na hora de programar shows, assim como esquecem toda vez que alguma banda legal que eu amo esta prestes a se apresentar? Precisa vir justo essa banda pra fazer uma enchente de gente colorida num só lugar? Aff.
As minhas amigas combinaram de ir. Não que elas gostem, mas elas querem ir só pra zuar. E elas vão de preto, com uma camiseta escrito: CI(raiozinho do AC/DC)NE  -ideiazinha minha ;D e eu até iria junto se o ingresso não fosse vinte reais. Na boa, vinte reais pra mim é um roubo quando se trata de Restart. Desculps, é o que eu penso, não venha me xingar muito no twitter. Até porque eu nem vou ligar, mas dane-se. A questão é que eu não ia conseguir ficar naquele mar psicodélico, cheio de coisas coloridas e óculos gigantes, achando que tava na maior viagem. Meu amigo me disse que eu ia achar que tava drogada. E eu acho que ia achar isso mesmo. Tipo o Alex de Madagascar quando os guardas dão sedativo pra ele #me ignora.
Agora pega a ironia disso tudo: o show vai ser no dia 31 de outubro, mais conhecido como dia das bruxas.
Pode rir.  -hehe
Tipo, de tantos dias pra fazer o show, tinha que ser justo no dia 31 de outubro. Mas tudo bem. Não falo nada. Ainda mais que o segundo turno das eleições vai cair nesse dia. Só quero ver se tiverem que cancelar. Imaginem meus caros amigos jaraguaenses, um vídeo no youtube com um bando de pentelhos revoltados dizendo sobre o quão indignados estão de não adiarem a eleição ao invés do show. Porque mel dels, é um absurdo não adiarem a eleição por causa de um showzinho desses! Uma puta falta de sacanagem, realmente.
Estou sendo irônica. - Bruno, tu ia adorar isso (#
Ain, era isso. Só pra dizer o quão eu odeio isso tudo. ¬¬ Por favor, alguma banda de rock descente quer fazer o favor de vir se apresentar no fim de mundo onde eu moro? Thanks.
Rafinha, meu amigo, dá pra fazer sua banda fazer sucesso logo? Obrigada. Beijos multicolor ;***

News: Série Fallen, Lauren Kate

"A Galera Record anunciou em seu twitter que o livro Torment, continuação de Fallen, está previsto para ser lançado em março de 2011.
Nos EUA a série de livros escrita pela norte-americana Lauren Kate já está em seu segundo livro, com o terceiro  (Passion) previsto para 14 de junho de 2011."


Torment
Quantas vidas você precisa viver antes de encontrar alguém por quem se vale à pena morrer? Depois do que aconteceu no Sword e Cross, Luce precisa ficar afastada de seu amaldiçoado e angelical namorado Daniel, em uma escola cheia de nephilins, os filhos de anjos caídos com humanos.
Daniel prometeu que ela ficaria em segurança ali, protegida daqueles que querem matá-la. Na escola Luce descobre o que as sombras que a seguem por toda vida significam – e como as manipulá-las para poder ver suas vidas passadas. Ainda assim, quanto mais Luce aprende sobre si, mais ela percebe que o passado é a única chave para desvendar seu futuro... E que Daniel não a contou tudo.
E se a versão dele do passado não é exatamente como as coisas aconteceram... E se Luce na verdade é destinada a ficar com outro?

News: Beijos de Vampiro, Ellen Schreiber

Isso já deve fazer um tempo, mas eu nem tinha visto nada a respeito.
Tem uma nova editora brasileira chamada iD, a qual irá publicar os livros escritos pela Ellen Schreiber, a série Vampire Kisses. Já falei deles aqui no blog ;)
É a história da Raven e do Alexander, o garoto estranho e de vida noturna que chega na pequena cidade do interior já causando alrdes e boatos por onde quer que passe. Aliás, Raven é a única gótica da cidade, a qual tem uma fissura por vampiros. Acontece que Alexander, o amor da sua vida, é um vampiro.
O nome do livro aqui no Brasil será Beijos de Vampiros. - nota da blogueira: cuurti o título já que ficou com a tradução original. Odeio quando as editoras resolvem querer inventar moda. E sim, estou me referindo a editora dos livros de VA.


Amei a capa brasileira *-* Geralmente eu odeio as capas nacionais, mas cara, essa superou minhas expectativas ;D na minha opinião, é melhor do que as americanas.

;**

sábado, 9 de outubro de 2010

Resenha: O Confronto, Diários do Vampiro, LJ Smith

Ah, faz umas duas semanas que eu terminei de ler VD, O Confronto e omg, amei, amei e amei ;O
To tipo surtando pra ler A Fúria. To me recusando a ler no computador só pro meu pai me dar dinheiro pra comprar o livro.
Estou usando a tática já tem duas semanas e não deu muito certo.
Acho melhor desistir e arranjar emprestado com alguém .-.
Pai sem coração que eu tenho -nn
Mas ei, eu não me contive de curiosidade e me obriguei a ler o primeiro capítulo de A Fúria no pc e caraliio, eu saaaaaabia que a Elena tava falando do Damon ! Eu sabia e sabia e sabia ! Eu disse e eu disse ! Caramba. Foi beem tenso. Tipo ;OO
#parei de ser uma maníaca psicótica e obcecada competamente estranha.

O que eu estou lendo? Ah, fácil. Tô me desdobrando em trinta para conseguir ler uns cinco ou seis livros essa semana. Eu sei que não vou conseguir, mas ei, deixa o meu subconsciente achar que sim, obrigada.

Galera, pra quem tinha perguntado antes, eu comecei a ler Nienna, estou no capítulo 6 e omg, é super. Leiam, sério. É muuuuito legal *-* Luan hot hot o/
E ontem eu fui na bibliotexa pública e quase fiz meu pai ter um espasmo de raiva de tanto que eu demorei pra cehgar no shopping e ajudar ele a fazer compras. Mas isso não vem ao caso.
Estou para ler O Menino que Amava Anne Frank, de Ellen Feldman; Romeu e Julieta, de William Shakespeare Eu amo Shakespeare ♥ e O Último Testamento, de Sam Bourne.
Quando eu terminar de ler eu posto as capas e as sinopses ;D

beijin ;*

News: MV & VA & MI

Ah faz tanto tempo que eu não falo da Claire :/ To só esperando a comunidade terminar de traduzir o último capítulo para terminar de ler o Kiss of Death, já que eu surto com a tradução mecânica. Na boa, toda aquela coisa de "eu não poder entender o que he's dizer" me irrita. Aliás, tem umas novidades que eu vou postar e depois eu confabulo umas teorias meio idiotas que não saem da minha cabeça e que eu preciso expressá-las, porém, ninguém que eu conheça lê essa série e então eu surto ainda mais.
Dels, eu sou tão sem sorte e tão desprovida de amigos com cultura .-.

O décimo livro da série terá o nome de Bite Club e eu achei mara. A Rachel Caine disse num spoiler que a Eve estará ensinando a Claire a lutar esgrima nesse livro.
E eu vou rir muito disso.
Porque cara, é a Claire. E a Eve. Quem diabos imaginou que a Eve sabia lutar esgrima? Bom, eu não.
Além do mais, a autora disse que terão ainda mais no mínimo dois livros, um em 2011 e outro em 2012.
Hum, e a editora Underworld já publicou algumas semanas atrás, que A Dança das Meninas Mortas, segundo livro da série Os Vampiros de Morganville, será publicado esse mesmo o/
Amei.
Aliás, cara, de tão bem que a Rachel Caine escreve, sem enrolações e tal, cheio de ação e de um clima sombrio sem ser exagerado, a série pode ter uns mil livros que eu não vou me cansar de ler *-*

Aaaaaah e dia 8 de outubro, ontem, foi publicado aqui no Brasil, Cidade dos Ossos, de Os Instrumentos Mortais, da Cassandra Clare.
Amei ²
E eu vi Fallen ontem na banca de revistas do shopping. Tem livros pra vender lá também e eu vi Fallen lá. Peguei na mão, só apra registro. E aquilo tava custando 39,90.
Shopping é caro. Imagina então quanto que tá na livraria.
Dels, não quero pensar nisso.
Vou esperar alguém se cansar dele e vender para o Sebus e lá estarei eu, avidamente esperando para comprá-lo para mim o/
Aqui, o link no site da Rachel onde ela escreve sobre o dia que a vida do Shane desmoronou. Eu particularmente adoro quando os autores fazem isso. Eu lia quando ela escrevia os diários da Claire e do Shane e fiquei triste quando ela tirou eles de circulação. Adorava as citações do Shane *-* Era outro ponto de vista, outros sentimentos, a gente conseguia ver o que ele sentia pela Claire antes de acontecer no livro *-*

Okey, agora deixa eu teorizar aqui: Acho que a Claire ainda não teve ninguém que disputasse seu amor pelo Shane. Na boa, eu amo os dois juntos, um dos únicos casais que ficam juntos sempre em todos os livros e eu não acho isso completamente monótono, mas acho que só falta essa tensão, já que ei, a Kim apareceu para tentar roubar o Shane. Acho que o Shane (não que ele mereça sofrer, ele já sofreu demais) só precisa ver que tem outros caras por aí. Sabe aquela coisa de fazer doce e tal.
Mas os dois são perfeitos juntos. Não estou reclamando.
Sabe, eu acho que vai rolar alguma coisinha entre Claire e Michel em algum dos próximos livros. Sei lá. Só estou cogitando. O Michel é o vampiro perfeito, todo glamuroso e fofo e carinhoso. E melhor amigo da Claire. Em livros, os melhores amigos sempre dão uns pegas nas melhores amigas. E quando eu li o primeiro livro, no comecinho, até a metade, eu podia jurar que a Claire e o Michel iam ficar juntos. Sabe né, aquela coisa bem clichê da mocinha ficar com o cara cheio de segredos e problemas. Mas então o livro começou a destacar mais o Shane e as atitudes dele ficaram mais carinhosas para com a Claire. E levando em consideração que desde o inicio ele tinha aqueles encontros noturnos e fazia o tipo bad boy dane-se o mundo, as atitudes dele (como ficar com a Claire o tempo todo quando a vaca Gina hogou ácido nas costas da Claire) foram super doces.
E eu definitivamente quero um Shane para mim.
Hum, eu também acho que os vampiros doentes não foram completamente curados. Lembram do sangue do Bishop (um vampiro não infectado com aquela doença louca) ser a cura, certo? Então, a partir de algumas atitudes do Myrnin depois de supostamente ter sido curado, eu cheguei a conclusão de que, talvez, eles não foram compeltamente curados.
Hum.
E cara eu amava quando o Myrnin aparecia com pantufa de coelhinhos com presas *-*  E a bipolaridade dele era muito hot.
Acho que o Jason vai se apaixonar pela Claire. É uma coisa que não sai da minha cabeça. Principalmente porque a Claire é a única pessoa além da Eve que trata ele como uma pessoa. O Michel é tipo uma pedra de mármore eita, baixo a Stephenie Meyer aqui e o Shane é um barril de pólvora explodindo em plena Primeira Guerra Mundial orgulho dos meus trabalhos de história.
Aproveitando o clima teorias, vou expressar umas coisas há muita trancafiadas no meu peito sobre Vampire Academy.
Eu não acho que quem matou a Tatiana tenha sido o pai do Adrian ou o Ambrose (cara, esqueci o nome dele de verdade, era Ambrose ou Ambrósio?). Em todos os livros da série, a Richelle sempre surpreendeu, sempre deixou a gente de cara. Quem em algum momento imaginou que o Dimitri ia virar Strigoi? Pode ser que tenha passado pela minha cabeça. Mas então eu achei que, se ele virasse um Strigoi, ele ia ser bonzinho e aí a batalha dos livros consistiria em provar que os Strigois não eram tão maus quanto todo mundo achava.
Aconteceu que eu estava muito errada e o Dimitri era muito malvado.
E então, em Spirit Bound, achei que ia ser uma enrolação master para descobrir como salvar o Dimitri e Last Sacrifice seria toda aquela coisa de sair em busca do Dimka e toda aquela minha teoria de que o Adrian iria morrer por causa disso e blá.
Pois é, eu estava errada, mas que novidade.
Geralmente eu acerto nas minhas teorias, mas acho que em VA eu não acertei nenhuma .-.
Então, só para registro, eu acho que quem matou a tatiana foi a mãe do Adrian. É, porque ela era boazinha demais com a Rose. E eu posso estar viajando. Eu sei. Mas também pdoe ter sido o Victor porque ele fugiu né ;D
Ou será que foi o Adrian? Não. O Adrian não foi. Acho que a Richelle não iria transformar ele num vilão. Até porque ele gostava da Tatiana. Ele era o sobrinho preferido (#
Enfim.
Desabafei ;*

domingo, 3 de outubro de 2010

Desafio da Kath (:


7 Coisas que eu amo em você
E o desafio é: Dizer 7 coisas que você ama em uma pessoa
Dizer qual pessoa amigo(a), familia, namorado(a), colocar uma imagem que você dedica a pessoa
E dizer 7 coisas que você ama nessa pessoa e depois colocar um trecho de uma música que lembra a pessoa que você dedicou o desafio.

A pessoa é a minha melhor amiga de infância, Dessa (:


 1) Primeiro porque ela é minha melhor amiga desde a terceira série, e tipo, a parceria é longa e a afinidade foi mútua.
2) O jeito como ela consegue ser extrovertida e discreta ao mesmo tempo. rs. Ela ainda vai me ensinar como consegue ser assim.
3) Os conselhos. Eu amo os conselhos dela. São os melhores, com certeza.
4) Como ela sempre consegue me colocar em confusão (hahaaha)
5) Nossos planos mafiosos que não dão certo #piadinha interna
6) Nossos disfarces de muçulmana que dão certo #piadinha interna ²
7) Tudo que a gente já passou e ainda vai passar <3

E logo vocês serão melhores amigas, / Rindo das outras garotas / Que pensam que são tão legais.Fifteen, Taylor Swift.

friends .

Uma das coisas que eu prometi pra mim mesma foi que eu nunca largaria nenhum amigo meu por causa de um garoto. E eu nunca fiz isso, apesar das circunstâncias as vezes terem soprado a favor disso e mesmo eu já tendo perdido amgias por causa disso. Eu fico feliz hoje porque eu não cometi esse erro. Porque hoje, eu tenho amigos e eu sou feliz com eles e que o tempo que passamos juntos dinheiro nenhum irá pagar e não me arrependo de nenhum segundo, mesmo que naquele minuto eu possa ter feito a maior besteira da minha vida. O que, acredite, eu já fiz. Muitas vezes. Mas então eu levantei e segui em frente porque a vida é isso e ei, não adianta lamentar. Aprendi que não se pode confiar em qualquer pessoa, que considerei amigo aquele que não era de verdade. Mas também aprendi a enxergar que quem estava mais próximo de mim era, na realidade, quem eu achava estar mais longe. E então eu aprendi que amigos são aqueles que vão estar contigo sempre, não importa o quê e que se a amizade acabou, é porque não era amizade.
Vocês são minha vida <3

sábado, 2 de outubro de 2010

Resenha: Querido John, Nicholas Sparks

Vi o filme ontem (e hoje, de novo porque sou sentimentalista e amei esse filme) e adorei, muuito bom. E o John é um gato, fato. Adorei ele passar as folgas dele numa praia e surfar. Tinha um motivo para ele tirar a camisa. Hum, e digamos qe a visão era mais do que agradável. Mas enfim, o físico perfeito do ator não vem ao caso agora. A trama é linda, o drama do personagem. Eu me apaixonei pela história. Como o personagem, John, sofre um baque emocional quando conhece a Savannah, toda a intensidade do amor deles, aquela coisa do amor resistir a distância. Eu me pergunto se isso só acontece em filmes ou se acontece na vida real também.
(spoiler) No começo do filme, quando o John é baleado e tem aquela narração ao fundo, dizendo a primeira e a última coisa que ele pensou antes de apagar. "A última coisa que eu pensei antes de eu apagar, foi em você", ele disse. Eu jurava que ele tava falando da guria. Mas então aconteceu que o pai dele teve o AVC. E eu me segurei altos pra não me desmanchar em lágrimas quando o John começou a ler a carta pra ele. Que, na verdade, o começo do filme ele falava sobre o pai e não sobre a guria. E eu mordi meu lábio pra não chorar porque eu não esperava aquilo. E só de ver como ele tratava o pai dele antes, o, digamos, descaso, e então ele dizendo todas aquelas coisas, se arrependendo de fato por tudo o que aconteceu, por tudo que ele não fez pelo pai quando podia, nossa. Me fez pensar em muita coisa. Me fez querer abraçar meu pai, me fez pensar no futuro da gente. Então quando o John foi pra praia e mergulhou no mar, eu pensei na hora que ele ia se matar e eu achei que ia estragar toda a história. Tipo, porque ele estava desistindo de tudo. Mas então ele só tinha ido chorar debaixo da água. Cada um tem seu jeito de lidar com a dor.
Depois, quando ele foi ver a Savannah, no jantar, quando eles meio que discutiram, uau. Eu pensei que era tipo um dejá vú deles, como na festa dos pais dela, quando ele surta dizendo pra ela que ele não sabia o que fazer e ela apoio ele. Então era a vez dele apoiar ela. E eu achei lindo, na boa, depis de tudo o que tinha acontecido.
Sei lá, eu adorei o filme e vou ler o livro com toda a certeza :X