sábado, 4 de setembro de 2010

Resenha: O Menino do Pijama Listrado, John Boyne

Eu nem postei a resenha desse livro ): eu esqueci, admito, mas também pudera, eu demorei pra ler porque eu só lia ele nos sete minutos de leitura, na escola. Então, demorou um pouco pra acabar de ler, mesmo que esse livro seja relativaemtne fino comparado ao que eu estou acostumada a ler.
Tipo, como diz a minha amiga Dessa, livro de 100 páginas é coisa de um dia.
Então, é o seguinte.
O Menino do Pijama Listrado é um livro que fala sobre a amizade de um garoto de nove anos alemão, com um garoto de nove anos judeu.
É, uma coisa perigosa.
A guerra e os conflitos etnicos são narrados com inocência e ingenuidade, assim como com ignorância por Bruno, uma criança alheia a confusão que esta além das paredes de sua nova casa que não é tão grande quanto a de Berlim. Bruno não sabe porque há uma cerca divindo as crianças, e porque elas usam pijama do outro lado dela. Ele também não compreende e não aceita o jeito como sua vida mudou desde que o pai recebera na antiga mansão o homem baixinho com bigode quadrado, aquele que tinha grandes planos para com seu pai.
O livro é ótimo, a história é boa, ela choca, você não espera o desfecho que acontece no final. SPOILER ! Assim como em A Menina que Roubava Livros, esperamos um final feliz. Mas ei, é a segunda guerra mundial, é a era de Hitler. A gente não pode esperar um final feliz no meio de tudo isso. Todos perderam alguém, pessoas morreram. Não há como esperarmos ler algo sobre aquele período onde há uma família grande, unida e completamente feliz.
Há também o filme, e eu gostei mais do final do filme. É mais desesperado, mais alarmante, você sente o desespero daquele pai, da família. Fica claro o que aconteceu. No livro não tanto.
Só de pensar que há tantas histórias como essa, histórias reais, pessoas inocentes, crianças que foram mortas sem pudor.
Isso, sinceramente, me enoja.

5 comentários:

  1. olá Amanda. De fato é um livro muito bom e um tanto pertubador. Confeso ter gostado mais do filme. Ainda não li A menina que roubava livros, apesar de tê-lo aqui na estante. Sempre fico adiando, tem uma lista de livros que vou tentar ler daqui pro final do ano.

    ResponderExcluir
  2. Eu tmb gostei mais do filme, não sei, acho que o filme passou melhor a ideia do autor, ficou mais claro.
    A Menina que Roubava Livros e A Mulher do Viajante no Tempo foram os dois melhroes livros que eu li esse ano *-* Sério, a menina que roubava livros é ótimo. Eu não consegui parar de ler até terminar.

    ResponderExcluir
  3. Li o livro uns dias atrás, e vi o filme depois, chorei muito porque tava estudando a segunda guerra e vendo um monte de coisas horriveis, aí li o livro, no livro não fica tãão explicitoo que acontece, mas no filme, noossa, é assustador, passei uns 3 dias com dor de cabeça.
    E Adooro teu blog, e tôo divulgandoo, visita o meu?

    ResponderExcluir
  4. eu adoro filmes e livros sobre a segunda guerra, é um interesse meio mórbido, mas não sei, acho interessante e ao mesmo tempo arrepiante, quer dizer, como as pessoas tiveram coragem de fazer aquilo? É completamente inumano. Eu tinha um tio-avô, chamado Dimitri, que ele foi pra guerra, ele participou da guerra e tal, ele voltou completamente perturbado, tinha uns surtos e achava que ainda estava na guerra. Era terrível, o que isso pode fazer com as pessoas, o que elas foram obrigadas a fazer para manter as familias e a própria vida. Sei lá, eu fico muito revoltada quando toco nesse assunto :~
    Beeijo :*

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir