domingo, 12 de setembro de 2010

definição #

Comunidade para leitura de As Três Moiras: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=106166007

Resolvi postar a definição de Moiras aqui, já que é esse o título do livro, As Três Moiras. No livro vai ser explicado um pouco, mas não tão detalhadamente. Aqui diz de onde eu tirei, baseado em que eu introduzi na história e por aí vai. Tipo, eu não ia escrever no livro "as três Moiras da mitologia grega" né. Fica muita pedreragem. Entoon, esta aí, a definiçãod e Moiras. E ei, descobri que não foi a PC Cast que criou a Nix, nem a definição. Hum, era só eu que não sabia disso? Ela só colocou Nyx com y, assim como ela escreve vampyres ao invés de vampires. Tenho a impressão de que foi um trocadilho. Tipo, os vampiros de Nix, são com i, os de Nyx - traduzindo, os da PC - são com y.
Certo, certo, parei de viajar.

Moiras:
As três deusas que decidiam o destino individual dos antigos gregos. Moira significa “reguladora”.
As três Moiras (Parcas para os romanos) eram Cloto (a fiadora), Láquesis (a que joga a sorte) e Atropo (a ineludível). Filhas de Nix (a noite), provavelmente as Moiras surgiram a partir de um grupo de espíritos do nascimento, divindades interessadas na vida futura dos recém nascidos. Por conseguinte, é possível que o seu objetivo original consistisse em determinar a sorte de cada individuo ao nascer.
Embora o poder das suas sentenças não esteja nada claro, gradualmente as Moiras desempenharam um papel mais significativo na mitologia grega. Acaso Zeus, rei dos deuses e de homens, não estava submetido às suas sentenças ou podia modificar os decretos das Moiras? Em ocasiões Zeus parece superior, embora talvez convenha considerá-lo como a mão do destino mais do que como o poder que determina o seu curso.
As Moiras eram representadas como três anciãs que teciam em forma de fio o destino dos homens. Cloto o estirava, Láquesis o media e Atropo o cortava. Quando as Moiras organizavam o momento da morte, apresentavam-se as malvadas Ceres. Estes espíritos femininos de pontiagudas garras e mantas tingidas de sangue assestavam o golpe fatal e transladavam as suas vitimas à Terra das sombras.

Fonte: Mitos e Lendas, Atlas do Extraordinário, Volume 2, Ediciones Del Prado ou mais conhecido como o livro da enciclopédia do meu pai.

5 comentários:

  1. Olá Amanda, gostei da definição de Moiras. Adoro mitologia grega, nordica e tudo o mais. Fiquei curioso quanto ao livro, quando puder me envia uns capítulo.

    ResponderExcluir
  2. LUIZA DIZ:
    Oi Amanda, adorei o 1º livro dos Guardiões de Órion.me manda o 2 e o 3 por e-mail?!
    memy_violet@hotmail.com
    BJUXXX!

    ResponderExcluir
  3. Max, eu to postando todo final de semana um capítulo na comunidade, posso ir enviando pro teu email conforme posto lá :)
    Luiza, já te envio ;D
    bj

    ResponderExcluir
  4. Fico agradecido Amanda, não curto muito Orkut (tenho um certo trauma, kkk), se não for lhe dá trabalho evie sim. Lerei com atenção e depois lhe digo minha opinião. Enquanto isso leio um ou dois capítulos do Mundo dos Mortos todos os dias no blog Borboletas Negras.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Vou enviar depois então :)
    hum, de verdade, espero que goste o/
    bj

    ResponderExcluir