domingo, 29 de agosto de 2010

cumpleaños o/

Heei, agora eu tenho dezesseis :*
E ei, eu não me sinto diferente ¬¬
HAHAHAH, como se subitamente eu devesse me sentir, sei lá, mais velha ou qualquer coisa assim. Tipo como no The Sims, girar numa nuvenzinha e virar 'jovem adulta', trocando de roupa e tal.
Não vou ficar naquele clichê de 'agora em diante eu seria mais eu, farei coisas que nunca fiz e mimimi'. Eu não sou hipócrita, fato. Continuarei sendo eu mesma, talvez sim, fazendo coisas que eu ainda não fiz. Porque ei, a gente não pode parar.
Então, só pra me dar um presente (dãr, aliás, obrigada carlinha pela lata de bombons sonho de valsa *-* amei, amei!) segue a sinopse do meu livro favorito o/


City of Bones, The Mortal Instruments, Cassandra Clare
Quando Clary, de 15 anos, dirige-se para fora do Bar Pandemonium em Nova Yorque, ela mal espera testemunhar um assassinato, muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos com tatuagens estranhas e armas bizarras. Então o corpo desaparece no ar fino. É dificil chamar a polícia quando os assassinos são invisíveis para todos e quando não há, nem uma mancha de sangue, para mostrar que um rapaz morreu. Ou era um rapaz?
Este é o primeiro encontro de Clary com os Caçadores de Sombras (ShadowHunters) , guerreiros dedicados a livrar a Terra dos demónios. É também seu primeiro encontro com Jace, um Caçador de Sombras (ShadowHunter) que parece um pouco como um anjo e age como um parvo. Em 24 horas Clary é "puxada" para o mundo de Jace com uma vingança, quando sua mãe desapareceu e Clary foi atacada por um demónio.
Mas por que os demónios estariam interessados em mundanos vulgares como Clary e sua mãe? E como Clary de repente recebe a Visão?
Os Caçadores de Sombras (Shadowhunters) gostariam de saber...

4 comentários: