sábado, 22 de maio de 2010

filmes #

Heey, quem já assistiu Bastardos Inglórios aqui, hein? E Pandorun? Pois é, assisti esses dois filmes hoje e amanhã - se me sobrar tempo - pretendo assistir Vírus. E, ah, resolvi que vou fixar outra "dica" aqui no lado do blog >>. Sabe que toda semana eu posto o livro que eu estou lendo e uma dica de leitura. Além disso vou postar também uma dica de filme que eu vi e gostei, além de fazer a resenha e a crítica ui, que importância ¬¬ pra postar, lógico.
E hoje serão dois filmes que eu adorei. Então vamos lá galerê. Mentira. Serão três porque eu assisti Aprendiz de Vampiro e achei super, super mega master bom. E não só porque é de vampiro porque, er, não vivo num mundo fake.

Bastardos Inglórios:
Conta com a participação de nosso querido galã Brad Pitt (dels, é assim que escreve?) e é sobre a segunda guerra, porém com um enredo um tanto inusitado para um filme que passa naquela época. Os Bastardos é um grupo de judeus naturalizados americanos, os aliados, que partem para a França e estraçalham alemães sem dó nem piedade e, os que escapam com vida, tem uma, hum, pequena suática marcada na testa. À faca, meu bem, feita pelo Brad. Yeah, a coisa deve doer horrores. Enfim, a história é hilária, um humor meio negro levando em consideração as mortes que envolve, mas é mostrada a guerra e justamente a morte de um jeito cômico. E Brad Pitt de bigode já é cômico por si só. E o Urso Judeo e o alemão traidor são simplesmente hilariantes. O final é surpreendente já que como é um filme de guerra sobre a segunda guerra, sempre esperamos as coisas acontecendo da mesma maneira. Se você é espertinho já entendeu do que eu estou falando. (y)
assistam, vale super a pena ver :D

Pandorun:
Não é terror e sim, suspense. Se fosse terror, cara, teria que ser muito, mas muito, muito bom pra mim fazer propaganda gratuita. Filmes de terror são idiotas e não assistam Atividade Paranormal porque é tosco. Enfim, estamos falando de Pandorun. O longa se passa numa nave super gigantesca que esta navegando pelo espaço a quase um milênio para chegar ao destino - um planeta com habitat semelhante ao da terra e as pessoas estão sendo levadas para lá, junto com espécimes de tudo o que se presume ser importante. Não vai adiantar nada toda essa seleção se você prestar atenção no que acontece no fim do filme. E, relaxem, não vou estragar o filme. Os tripulantes da nave realizam o hipersono, que é ficar alguns anos dormindo. Pois é, uma hibernação quase eterna. Quando acordam, a memória geralmente falha, mas volta dentro de alguns meses, se você tiver sorte. Porém, há uma minima chance de acordar e apresentar sintomas de Pandorun, que é uma doença onde o cara fica paranóico, acredita que todo mundo vai morrer, surta e ejeta as capsulas com as pessoas hibernando rumo ao desconhecido e vasto breu do espaço sideral. É, uma cagada colossal.
O filme é bom, eu adorei e meu, sou super foda pra gostar de filmes de suspense ou terror pelo fato deles serem bem precários na maioria das vezes. Mas não é o caso de Pandorun. Vejam, vejam, vejam! Surpreendente o final, também. Você tem que prestar atenção em todas as partes senão fica boiando na reta final (y)

Aprendiz de Vampiro:
Primeiro: Jesus, o ator principal é um pãozinho êee, girazinha anciã e como diabos não vi ele em algum outro filme? Outra, essa do Josh não sei das quantas o garoto sobrinho do professor em Viagem ao Centro da terra ser vilãozinho foi bem cool. Já tava cansando de ver toda essa gente ser boazinha. E cara, o começo do filme é tudo de bom. Você simplesmente não espera os acontecimentos se desenrolarem da forma que desenrolam. Bom, pelo menos eu que não li o livro porque preferi me abster de mais uma decepção cinematrográfica. É um filme engraçado, tem romance, tem suspense, sobretudo tem ação e eu me apaixonei pelo Daren meio-vampiro lindo sz

Espero que tenham gostado. :B

Nenhum comentário:

Postar um comentário