domingo, 25 de abril de 2010

ah, uns trechos aí #

Não, ela também desempenhava mais um serviço para ele.
Quando tudo terminava, ela o levava para casa.
Para Avalon.
(Avalon High, Meg Cabot, pg 350)

Agora, do peito aos olhos, a dor da saudade lhe subiu, e ele chorou afinal, a mulher querida, clara e fiel, em seus braços, desejada como a cálida terra ensolarada é desejada por um nadador exausto nas águas revoltas onde seu navio foi a pique sob os golpes de Netuno, temporais e muito mar. Poucos homens sobrevivem ao atravessar uma grande arrebentação para se arrastar, salgados, por praias benfazejas, exultando, exultando, sabendo que o abismo ficou para trás: e assim ela também está exultante, os olhos no marido, os braços alvos a apertá-lo como se para sempre.

(A Odisseia, Homero)

Ela seguiu devagar, demorando-se muito, como se houvesse algum obstáculo no caminho; e, no entanto, como se, superado este, já tivesse passado do estágio de andar, e voasse.
(Perdendo a Visão, Rainer Maria Rilke)

"Eu digo. Eu vou parecer de qualquer jeito que você quiser. Mas você acha que isso acontece com todo mundo - sendo transformado em uma besta, então mudar de volta por causa do amor verdadeiro? A maioria das pessoas nem acreditariam que isso poderia acontecer, mas isso aconteceu com a gente. Mágica. Para o resto das nossas vidas, a gente vai para a escola e ter trabalhos e tomar café da manhã e ver televisão, mas a gente vai saber que mesmo que a gente não a vê, há mágica no mundo. Encare isso, isso é um feliz para sempre, amor verdadeiro como em contos de fadas."
(Beastly, Alex Flinn, pg 183)

Você não pode forçar o amor, eu me dei conta. Está lá ou não. Se não estiver lá, você tem de ser capaz de admitir. Se estiver, você tem de fazer o que puder para proteger quem você ama."
(Frostbite, Richelle Mead, pg 114)

Mas eu nem sabia o que é ficar Perturbada até que Spike veio pela janela aberta, olhou cheio de expectativa e miou...
E Jesse não apareceu.
Nem mesmo depois de eu chamar seu nome. Em geral... quero dizer, fantasmas não vêm quando a gente chama. Mas na maior parte das vezes, Jesse vem.
[...] Mas quando as horas passaram e ficou escuro, e Spike subiu na minha cama onde eu estava folheando revistas sem ver, encostou a cabeça na minha mão. Foi então que eu soube.
Foi então que eu soube que alguma coisa estava errada, errada de verdade. Porque aquele gato me odeia de paixão. Se esta subindo na minha cama e encostando a cabeça na minha mão, bem, sinto muito, isso significa que meu universo está desmoronando.
Porque Jesse não vai voltar.
(A hora mais sombria, Meg Cabot)

Ele não disse mais nada. Não precisava. Ele simplesmente me beijou de novo. E era como voltar pra casa. Quanto a isso, eu estava certa. Um beijo pra valer é como voltar para casa. Abrir as cortinas e deixar a luz entrar.
É completo. É o começo. É o fim do vazio.
É o amor. O grande e supremo.
É a vida, em um deserto, se você souber onde olhar.
Um beijo pra valer, Mary Hogan, pg 302)

"E se você precisar de alguém pra te abraçar e te proteger de qualquer pessoa no mundo que poderia querer te machucar, então eu sou definitivamente o seu cara." Seus olhos azuis brilhantes perfuraram os dela e por um segundo ela não pôde respirar. “Mas tudo depende de você”, ele sussurrou.
(Wings, Aprilynne Pike, pg 52)

Manter o amor enterrado era como manter a raiva enclausurada, eu aprendi. Te corrói por dentro até que você quer gritar e chutar algo.
(Shadow kiss, Richelle Mead)

Eu alcancei o tijolo solto que eu havia usado formalmente para invadir antes. Mas quando eu puxei, um envelope com o meu nome escrito caiu.Eu corri para o portão da frente e segurei a carta embaixo da luz. Eu vi meu nome claramente. Eu puxei um cartão preto. Em letras vermelho sangue quatro simples palavras: PORQUE EU AMO VOCÊ. Eu acariciei as palavras com a ponta dos dedos e segurei a carta no meu coração. Lágrimas caiam do meu rosto enquanto eu escapava pelo portão da Mansão. Era como se uma estaca tivesse sido enfiada no meu coração.
(Vampire Kisses, Ellen Schreiber)

A vida faz o amor ou este faz a vida?
(Hamlet, William Shakespeare)

Ser ou não ser - eis a questão.
Será mais nobre sofer na alma
Pedradas e flechadas do destino feroz
Ou pegar em armas contra o mar de angústias -
E, combatendo-o, dar-lhe fim? Morrer; dormir;
Só isso. E com o sono - dizem - extinguir
Dores do coração e as mil mazelas naturais
A que a carne é sujeita; eis uma consumação
Ardentemente desejável. Morrer - dormir -
Dormir! Talvez sonhar. Aí está o obstáculo!
Os sonos que hão de vir no sono da morte
Quando tivermos escapado ao tumulto vital
Nos obrigam a hesitar: e é essa reflexão
Que dá a desventura uma vida tão longa.
Pois quem suportaria o açoite e os insultos do mundo,
A afronta do opressor, o desdém do orgulhoso,
As pontadas do amor humilhado, as delongas da lei,
A prepotência do mando, e o achincalhe
Que o mérito paciente recebe dos inúteis,
Podendo ele próprio, encontrar seu repouso
Com um simples punhal? Quem aguentaria fardos,
Gemendo e suando numa vida servil,
Senão porque o terror de alguma coisa após a morte -
O país não descoberto, de cujos confins
Jamais voltou nenhum viajante - nos confunde a vontade,
Nos faz preferir e suportar os males que já temos,
A fugirmos pra outros que desconhecemos?
E assim a reflexão faz todos nós covardes.
E assim o matiz natural da decisão
Se transforma no doentio pálido do pensamento.
E empreitadas de vigor e coragem,
Refletidas demais, saem de seu caminho,
Perdem o nome de ação.
(Hamlet, William Shakespeare, Ato III, Cena I)

Quem te vê passar assim por mim por mim, não sabe o que é sofrer :/ Ter que ver você assim, sempre tão lindo(a). Contemplar o sol do teu olhar, perder você no ar, na certeza de um amor. ? Me achar um nada... pois sem ter teu carinho, me sinto sozinho(a); eu me afogo em solidão...
♪ (Los Hermanos, Ana Júlia)

"Bonita menina está sofrendo, enquanto ele confessa tudo. Brevemente ela entenderá sobre quais eram suas intenções. E isso é o que você tem por se apaixonar novamente, você nunca pode tirá-lo de sua cabeça (...) É o modo que ele te faz se sentir, É o modo que ele te beija, É o modo que ele te faz se apaixonar.
♪ (Sugarcult, Pretty Girl)

4 comentários:

  1. Aaaa, como eu amooo VA!!! *porque vocês acham que sempre assino Máh Belikova??*
    Shakespeare e Ana Júlia também!! Amei essa seleção!! *.*

    Máh B.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Máh ! selecionei só os trechos que me marcaram muito *-*

    ResponderExcluir
  3. aii baboo demais em ana júlia... tô com essa músiica na cabeça há uns 3 séculooos. coloo com super bonder sab? ai qe brega, eu sei :/. POSKPOSKS, parabéns pelo blog. beijos ;*

    ResponderExcluir
  4. HSUDFHSUDF também adoro ana júlia, muito linds :)
    obrigada, beijos :*

    ResponderExcluir