domingo, 25 de abril de 2010

Ajudando Rubro !

Então gente, pra acelerar as coisas com a editora Galera Record e pra gente assim ter mais rápido e com certeza Rubro em mãos, as meninas da comunidade estão fazendo a campanha pra mobilizar a galera e assim a editora ver que não é furada publicar o livro delas - Rubro, er.
Então, você já ajuda horrores se fizer isso:
entrar no twitter, efetuar login e acessar o twitter da Galera Record (http://twitter.com/GALERARECOD) e enviar um twit pra eles bem assim: campanha queremos rubro da patricia camargo e bruna affonso publicado!
Agora você faz muito mais se:
Entra lá em orkut.com, e mimi. Acessa a comunidade da Galera Record (http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=38552036) e participa. Okey, feito isso você clica nesse link que levará você ao fórum onde a Galçera Record pede que livros que a gente ia curtir se eles publicassem. (http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=38552036&tid=2569080274906322845&start=1 ) Então vocês comentam lá assim: Rubro das autoras Patricia Camargo e Bruna Affonso.
E por fim, você entra no seu hotmail, gmail ou sei lá o que você prefere e manda um email pra Galera Record (galera@record.com.br) dizendo o quanto o livro é bom e o quanto vocês iriam gostar se pudessem vê-lo numa livraria *-*

mimi. ajudeeeeeeem! :D

ah, uns trechos aí #

Não, ela também desempenhava mais um serviço para ele.
Quando tudo terminava, ela o levava para casa.
Para Avalon.
(Avalon High, Meg Cabot, pg 350)

Agora, do peito aos olhos, a dor da saudade lhe subiu, e ele chorou afinal, a mulher querida, clara e fiel, em seus braços, desejada como a cálida terra ensolarada é desejada por um nadador exausto nas águas revoltas onde seu navio foi a pique sob os golpes de Netuno, temporais e muito mar. Poucos homens sobrevivem ao atravessar uma grande arrebentação para se arrastar, salgados, por praias benfazejas, exultando, exultando, sabendo que o abismo ficou para trás: e assim ela também está exultante, os olhos no marido, os braços alvos a apertá-lo como se para sempre.

(A Odisseia, Homero)

Ela seguiu devagar, demorando-se muito, como se houvesse algum obstáculo no caminho; e, no entanto, como se, superado este, já tivesse passado do estágio de andar, e voasse.
(Perdendo a Visão, Rainer Maria Rilke)

"Eu digo. Eu vou parecer de qualquer jeito que você quiser. Mas você acha que isso acontece com todo mundo - sendo transformado em uma besta, então mudar de volta por causa do amor verdadeiro? A maioria das pessoas nem acreditariam que isso poderia acontecer, mas isso aconteceu com a gente. Mágica. Para o resto das nossas vidas, a gente vai para a escola e ter trabalhos e tomar café da manhã e ver televisão, mas a gente vai saber que mesmo que a gente não a vê, há mágica no mundo. Encare isso, isso é um feliz para sempre, amor verdadeiro como em contos de fadas."
(Beastly, Alex Flinn, pg 183)

Você não pode forçar o amor, eu me dei conta. Está lá ou não. Se não estiver lá, você tem de ser capaz de admitir. Se estiver, você tem de fazer o que puder para proteger quem você ama."
(Frostbite, Richelle Mead, pg 114)

Mas eu nem sabia o que é ficar Perturbada até que Spike veio pela janela aberta, olhou cheio de expectativa e miou...
E Jesse não apareceu.
Nem mesmo depois de eu chamar seu nome. Em geral... quero dizer, fantasmas não vêm quando a gente chama. Mas na maior parte das vezes, Jesse vem.
[...] Mas quando as horas passaram e ficou escuro, e Spike subiu na minha cama onde eu estava folheando revistas sem ver, encostou a cabeça na minha mão. Foi então que eu soube.
Foi então que eu soube que alguma coisa estava errada, errada de verdade. Porque aquele gato me odeia de paixão. Se esta subindo na minha cama e encostando a cabeça na minha mão, bem, sinto muito, isso significa que meu universo está desmoronando.
Porque Jesse não vai voltar.
(A hora mais sombria, Meg Cabot)

Ele não disse mais nada. Não precisava. Ele simplesmente me beijou de novo. E era como voltar pra casa. Quanto a isso, eu estava certa. Um beijo pra valer é como voltar para casa. Abrir as cortinas e deixar a luz entrar.
É completo. É o começo. É o fim do vazio.
É o amor. O grande e supremo.
É a vida, em um deserto, se você souber onde olhar.
Um beijo pra valer, Mary Hogan, pg 302)

"E se você precisar de alguém pra te abraçar e te proteger de qualquer pessoa no mundo que poderia querer te machucar, então eu sou definitivamente o seu cara." Seus olhos azuis brilhantes perfuraram os dela e por um segundo ela não pôde respirar. “Mas tudo depende de você”, ele sussurrou.
(Wings, Aprilynne Pike, pg 52)

Manter o amor enterrado era como manter a raiva enclausurada, eu aprendi. Te corrói por dentro até que você quer gritar e chutar algo.
(Shadow kiss, Richelle Mead)

Eu alcancei o tijolo solto que eu havia usado formalmente para invadir antes. Mas quando eu puxei, um envelope com o meu nome escrito caiu.Eu corri para o portão da frente e segurei a carta embaixo da luz. Eu vi meu nome claramente. Eu puxei um cartão preto. Em letras vermelho sangue quatro simples palavras: PORQUE EU AMO VOCÊ. Eu acariciei as palavras com a ponta dos dedos e segurei a carta no meu coração. Lágrimas caiam do meu rosto enquanto eu escapava pelo portão da Mansão. Era como se uma estaca tivesse sido enfiada no meu coração.
(Vampire Kisses, Ellen Schreiber)

A vida faz o amor ou este faz a vida?
(Hamlet, William Shakespeare)

Ser ou não ser - eis a questão.
Será mais nobre sofer na alma
Pedradas e flechadas do destino feroz
Ou pegar em armas contra o mar de angústias -
E, combatendo-o, dar-lhe fim? Morrer; dormir;
Só isso. E com o sono - dizem - extinguir
Dores do coração e as mil mazelas naturais
A que a carne é sujeita; eis uma consumação
Ardentemente desejável. Morrer - dormir -
Dormir! Talvez sonhar. Aí está o obstáculo!
Os sonos que hão de vir no sono da morte
Quando tivermos escapado ao tumulto vital
Nos obrigam a hesitar: e é essa reflexão
Que dá a desventura uma vida tão longa.
Pois quem suportaria o açoite e os insultos do mundo,
A afronta do opressor, o desdém do orgulhoso,
As pontadas do amor humilhado, as delongas da lei,
A prepotência do mando, e o achincalhe
Que o mérito paciente recebe dos inúteis,
Podendo ele próprio, encontrar seu repouso
Com um simples punhal? Quem aguentaria fardos,
Gemendo e suando numa vida servil,
Senão porque o terror de alguma coisa após a morte -
O país não descoberto, de cujos confins
Jamais voltou nenhum viajante - nos confunde a vontade,
Nos faz preferir e suportar os males que já temos,
A fugirmos pra outros que desconhecemos?
E assim a reflexão faz todos nós covardes.
E assim o matiz natural da decisão
Se transforma no doentio pálido do pensamento.
E empreitadas de vigor e coragem,
Refletidas demais, saem de seu caminho,
Perdem o nome de ação.
(Hamlet, William Shakespeare, Ato III, Cena I)

Quem te vê passar assim por mim por mim, não sabe o que é sofrer :/ Ter que ver você assim, sempre tão lindo(a). Contemplar o sol do teu olhar, perder você no ar, na certeza de um amor. ? Me achar um nada... pois sem ter teu carinho, me sinto sozinho(a); eu me afogo em solidão...
♪ (Los Hermanos, Ana Júlia)

"Bonita menina está sofrendo, enquanto ele confessa tudo. Brevemente ela entenderá sobre quais eram suas intenções. E isso é o que você tem por se apaixonar novamente, você nunca pode tirá-lo de sua cabeça (...) É o modo que ele te faz se sentir, É o modo que ele te beija, É o modo que ele te faz se apaixonar.
♪ (Sugarcult, Pretty Girl)

Poooker Face #

É, vamos usar uma máscara porque ela nunca cai. Vamos ser falsos porque ninguém nunca descobre. Vamos mentir porque todo mundo faz isso. Vamos seguir os outros feito patinhos porque quem liga pra personalidade? Vamos ser completamente dependentes da midia. Vamos apenas assistir o que o professor de física disse pra assistir. Vamos apenas ouvir música clássica porque disseram que é a única que realmente presta. Vamos só curtir uma nostalgia em vez de descobrir coisas novas e curtir a vida. Vamos ver BBB porque é a única razão para você continuar vivendo dia após dia, esperando a próxima edição e ver quantos idiotas se inscreveram para a putaria organizada. Vamos ouvir o que o Bial fala porque, afinal de contas, ele é a voz da razão. Vamos ser idiotas e marchar em vez de andar, afinal, quem se importa? Não vamos reclamar dos outros porque não precisamos expor nossas opiniões, melhor esperar que alguém com clareza mental diga por você. Vamos ser tão falsos quanto podemos para as pessoas gostarem assim de você.
Aonde afinal foi parar a essência das pessoas? Procure debaixo da sua camada de base e pó compacto, talvez esteja lá.
by Amanda Steilein

The Dark Divine #

The Dark Divine - Bree Despain
Grace Divine, filha do pastor local, sempre soube que algo terrível aconteceu na noite em que Daniel Kalbi desapareceu - na noite em que ela encontrou seu irmão Jude caído na varanda, coberto do seu próprio sangue - mas ela não tem idéia de que segredo verdadeiramente monstruoso aquela noite guarda.
As memórias que sua família tentaram enterrar voltam a tona quando Daniel retorna, três anos depois, e se matricula no colégio de Grace e Jude. Apesar de prometer a Jude que ela vai ficar afastada, Grace não pode negar sua atração pelas chocantes habilidades artísticas de Daniel, pelo seu modo de fazer com que ela olhe para o mundo de novos ângulos, e pelo estranho e faminto brilho em seus olhos.
Quanto mais perto Grace fica de Daniel, mais ela arrisca a própria vida, enquanto suas ações provocam ressentimento em Jude e levam-no a abraçar o antigo mal que Daniel desatou naquela noite terrível. Grace deve descobrir a verdade por trás do segredo do garoto sombrio... e a cura que pode salvar quem ela ama. Mas ela pode ter de estabelecer o sacrifício final para fazer isso - sua alma.

er, ainda não li. er, e vai ter continuação. mimi. (:

Beastly #

sim, não tenho mais o que fazer com esse frio e essa chuva incessante -daqui a pouco acordo com brânquias e nadadeiras- e com essa gripe fodida. agor sei como uma merda se sente ¬¬ e sim, então eu leio (y
Leeeembram que eu postei a sinopse de Beastly, do Alex Flinn -download na aba fixa do blog ou então manda um email- e disse que era uma versão mdoerna da Bela e a Fera? Então. eu adorei *-* Apesar do Kyle me dá uma p# de uma raiva nos primeiros capítulos porque ele é muito cruel. Porém ele vira um monstrinho -hihi e fica bonzinho. Tipo, o amor muda ele ♥ mimi. quero um! *-*
Nem tem muito o que falar, é a história da Bela e a Fera (minha história da Disney preferida - e única porque eu não curto Pequena Sereia nem aquelas coisa ¬¬ Ah, mas Branca de Neve e Rosa Vermelha é mara *-* sabe, o conto infantil e mimimi, o Urso que era um garoto e talz. Eu adoro essas duas.) só que totalmente modernizada, sem castelo e sim mansões, myspace, celular, televisão, porém as rosas permanecem *-* <3 Adoro rosas brancas - fikdik. Enfim, eu recomendo totalmente Beastly (y)



Huuum, pessoas ! A Ana Lu deu a dica aqui no blog e quem quiser baixar os primeiros 15 capítulos traduzidos para o português de Hush Hush, clique aqui. Pooorém, quem quiser os 27 primeiros capítulos traduzidos (são 30 capitulos ao todo, a comunidade Fromhell já ta quase acabando *-*) ou clica aqui e copia lá no fórum da comu ou então me envia um email porque eu tenho o/ mimi.


(Y)

sábado, 24 de abril de 2010

Ciclo A Herança, por Christopher Paolini #

01 - Eragon

Eragon é uma história repleta de ação, perigosos vilões e locais fantásticos. Com dragões e elfos, cavaleiros, lutas de espadas, inesperadas revelações e, claro, uma linda donzela que é muito bem capaz de cuidar de si própria. O protagonista, de quinze anos, é um pacato rapaz do campo, que ao encontrar na floresta uma pedra azul polida, se vê da noite para o dia no meio de uma distância pelo poder do Império, na qual ele é peça principal.

02 - Eldest
As trevas reinam... o desespero domina... o mal impera... Eragon e seu dragão, Saphira, acabaram de salvar o estado rebelde da destruição pelas poderosas forças do Rei Galbatorix, o cruel líder do Império. Agora Eragon deve viajar para Ellesmera, terra dos elfos, para posterior aperfeiçoamento de magia e manejo de espada em Dragon Rider . Logo ele segue uma longa jornada, seus olhos se abrem a belos lugares e pessoas, seus dias repletos de novas aventuras . Mas o caos e a traição não o deixam em paz, e nada é o que parece. Em breve, Eragon não saberá em quem confiar. Enquanto isso, seu primo Roran precisa lutar em uma nova batalha que poderá deixar Eragon em uma situação ainda mais perigosa. Será que a mão negra do rei vai estrangular toda a resistência? Talvez Eragon não escape nem mesmo com vida...

03 - Brisingr
Juramentos prestados... Lealdades testadas... Forças em colisão.
Na sequência da batalha colossal nas Planícies Flamejantes contra os guerreiros do Império, Eragon e o seu Dragão, Saphira, escapam com dificuldade.
No entanto, o Cavaleiro e o Dragão ainda terão de se deparar com inúmeros desafios…
Eragon vê-se enredado numa série de promessas que poderá não conseguir cumprir. O juramento ao seu primo, Roran, no sentido de o ajudar a resgatar a sua amada Katrina das garras de Galbatorix.
Todavia, Eragon deve lealdade a outros também. Os Varden precisam desesperadamente dos seus talentos e da sua força, tal como os Elfos e os Anões. E, logo que a inquietação assalta os rebeldes e o perigo espreita em cada esquina, Eragon terá de fazer escolhas que o levarão a atravessar o Império, viajando muito além. Escolhas que o poderão submeter a sacrifícios inimagináveis…
Eragon é a grande esperança para libertar o reino da tirania.Conseguirá este rapaz, outrora um simples camponês, unir as forças rebeldes e assim derrotar o rei?

ps: haverá um quarto livro ! *-*

mimimi#

Ooi.

Ah porque vocês não presenciaram a cena que eu presenciei esses dias.
Eu estava na escola, sentada na minha cadeira durante o intervalo e conversando com minha amiga que senta na minha frente – a dita cuja que me emprestou o livro. Tudo bem. Nada de mais. De repente, chega meu amigo, pega o livro que estava em cima da minha mesa para ver o que eu estou lendo naquele determinado período e ele começa: “A mulher do viajante no tempo.” (pausa enquanto ele examina a capa – de repente começam os risos – minha amiga e eu olhamos para ele como se ele fosse um ser de outro planeta dizendo que tinha estacionado sua nave mãe logo ali no pátio da escola) “Editora Summa! (risos histéricos e olha significativamente para nós) Summa letras! (mais risos)”
Entenderam? Não? É, eu também demorei um pouco para perceber o trocadilho idiota. Garotos são toscos, estou conformada e aceito isso de coração aberto. Porque naquele momento, meu amigo de quase dezesseis anos pareceu meu irmão de treze.
É, também acho que o mundo está realmente perdido.

Ain, eu terminei de ler If I Stay! Jesus, que lindo *-* Chorei, admito. (e olha que eu não osu de chorar, então a coisa basicamente tem que ser super, hiper, master, mega, ultra linda/triste/romântica ao mesmo tempo pra me fazer derramar lágrimas) SPOILER: chorei duas vezes: uma na hora em que ela vê o avô dela chorando desesperado e ele diz pra ela inconsciente que ele quer que ela fique, mas ele entende se ela quiser ir. Tipo, ele diz que ela pode partir se quiser. Que ele vai entender se ela não quiser mais lutar. #rios e cachoeiras de lágrimas porque eu lembrei do meu avô que morreu e a nossa relação era parecida# E depois na hora que o Adam (namorado dela) vai lá, se faz de parte e diz pra ela bem assim: “Não me faça fazer uma música pra você.” Tipo, ele disse pra ela uma vez que ele não era bom em escrever músicas sobre amor e que para ele fazer uma sobre isso, ela teria que trair ele ou algo assim – ele pediu pra ela ficar. #oceanos. Ah, foram três vezes que eu chorei. No final, o Adam segura a mão dela e aperta e coloca a música que ela gostava nos ouvidos dela e ele diz que ele seria capaz de ajudar ela, que ele faria qualquer coisa por ela, que ele seria até capaz de deixá-la ir embora, mas apenas se ela ficasse. E aí ela volta pro corpo dela e reúne todo o resquício de energia que ainda lhe restava e apertou a mão dele. E aí eu chorei cascatas. *-* #SPOILER END.

Entãããão meus queridos! (er, pareci o Feter do PB agora, dãr.) rs.
Já ouviram falar de Opúsculo – A Paródia? Ah, então se preparem porque vai ter até versão multimídia. Sim, a sátira de Crepúsculo ganhará um filme. Sim, estou morta de ansiedade para assistir. E sim, não ligo pros fãs desesperados que não suportam sátiras ou criticas dos seus livros preferidos. Er, alôw, Crepúsculo não é assim tão bom, a Bella é uma digna pé no saco, o Edward é um Hamlet – em vez de ser o Romeu que todo mundo pintou – e eu prefiro MV. Sim, prefiro Shane e Claire. É mais tenso e mesmo assim não fica enjoativo porque, er, a Claire não é fodona. Nem a Bella, mas no Amanhecer fica tipo, “ó Bella, como você é super poderosa!” fala aí o Dra. Xavier ¬¬ sem contar que eu tava até comentando esses dias com minhas amigas de o que vai ser do filme de Amanhecer. Ah, claro. O filme inteiro os Cullen e mais um bando de vampirões super fodas que deveriam ser super bonitos – porém a produção do filme não nunca acha tantos atores lindos de morrer como deveriam – se preparando para uma provável guerra de vampiros que não chegará a acontecer. Os Volturi são pacifistas – fato. Se eu fosse o Aro não fica monologando quando deveria estar arrancando membros de alguém e depois tostando eles como churrasquinho gaúcho. Mas é o que eu penso.
Voltando para Opúsculo...
O mocinho se chama Etward e a mocinha é retardada. Não é bem diferente do original (há, deixa eu enxugar o veneno que escorreu aqui. bjs.) ah, gente, vamos combinar, a Bella é uma monga total. No Crepúsculo até que ela é bem inteligente, descobre as coisas com a maior facilidade e talz, porém, no Lua Nova, acho que o Edward – vampirão lindão tudo de bom exceto a melancolia excessiva e a moralidade extremamente frustrante (esqueça minha alma Ed! Quero ser vamp!) – ter ido embora deve ter afetado o cérebro dela. Acho que houve perdas irreversíveis de alguns neurônios importantes para o desenvolvimento mental da adolescente-mais-não-adolescente que eu já vi na vida. É Bella, tua moral baixo total. No Eclipse então a garota é tapada. No Amanhecer eu perdi completamente as esperanças com a maçaneta que Bella se tornou. Trágico, tinha tudo para ser uma vamp legal. Viu, foi fazer besteirinha quando não devia e engravidou! Há. Bem feito. E alguém mais concorda comigo que o cotidiano da Bella é totalmente fora do comum? Eu fui descobrir que a garota menstruava só no Amanhecer quando ela disse que tava atrasada e começou a ficar “oh meu Deus, eu estou grávida de um vampiro, o que eu faço? O que eu faço Rosalie?!” Pois é. E o que o Edward fazia quando ela menstruava? Tipo, o sangue dela era super poderoso pra ele, é de se pensar que a menstruação afetasse os sentidos do Ed. É tia Steph. A senhora esqueceu essa. Acho que a Bella já seria uma vampira muito antes se fosse depender do ciclo menstrual dela. Ou será que a not-vamp-girl ficou mocinha só ali? Hummm. Rs. Estou viajando. Mas que faz sentido faz. Imagina a Bella menstruada e o Edward do lado? É, caquinha.

Trecho de If I Stay (o que eu achei mais lindo *-*)
“Fique.” Com essa única palavra, a voz de Adam falha, mas ele engole suas emoções e continua. “Não existem palavras para o que aconteceu com você. Não existe uma boa palavra. Mas existe algo para se viver. E não estou falando de mim. É só que... eu não sei. Talvez eu esteja falando merda. Eu sei que estou
em choque. Eu sei que não digeri o que aconteceu a seus pais, ao Teddy...”
Quando ele diz Teddy, a voz dele se quebra e uma avalanche de lágrimas se derrama pelo seu rosto. E eu penso: eu te amo.
Eu ouço ele tomar golfadas de ar e se firmar. E então ele continua: “Tudo que consigo pensar é quão fodido vai ser sua vida terminar aqui, agora. Eu quero dizer, eu sei que sua vida está fodida não importa o que aconteça agora, para sempre. E não sou tolo o bastante para pensar que eu posso fazer algo para ajudar nisso, que qualquer pessoa possa. Mas não posso tirar minha cabeça da noção de que você não envelhecer, ter filhos, ir para Juilliard, tocar aquele violoncelo na frente de uma enorme platéia, para que eles tenham arrepios do jeito que eu sempre tenho toda vez que eu vejo você pegar o seu arco, toda vez que eu vejo você sorrir para mim.”
“Se você ficar, eu faço o que você quiser. Eu largo a banda, vou com você para Nova Iorque. Mas se você precisar que eu vá embora, eu faço isso também. Eu estava conversando com Liz e ela disse que talvez voltar para sua antiga vida seja doloroso demais, que talvez seja mais fácil para você nos apagar. E isso seria uma droga, mas eu faço. Eu posso perder você assim se eu não te perder hoje. Eu te deixo ir. Se você ficar.” Então é Adam que se solta. O choro dele sai como punhos batendo contra a pele macia.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

er, oi #

Hey guys ! :D

First: Last Sacrifice, vocês sabem, o último livro de Vampire Academy, mudou a data de lançamento! Aaaah. Nada de aaah. Fiquem felizes, o lançamento foi adiantado em sete dias. Era pra ser 14 de dezembro e bam!, agora é 7 de dezembro. Dããr Amanda, eu sei fazer contas de menos ¬¬ E daí? eer.

Second: OMG. Pasmem, babem, façam o que quiserem com suas bocas, liberado. Leiam babys, leiam tudo:

"Anjos estão em alta, afirma IstoÉ

Os anjos já não são tão anjos assim. Deixaram de ser invisíveis, sem sexo e sem costas. Agora eles se mostram mais humanos, mundanos e sedentos de desejo, capazes até de se apaixonar perdidamente por quem deveriam proteger. Não chegam a ser demoníacos, mas revelam-se malvados e carnais.
É assim que esses seres alados estão sendo retratados numa leva de livros que nos EUA já foi identificada como o mais novo filão editorial. E é devido a esse lado carnal e sedutor que estão fazendo tanto sucesso. Ao todo, são quase uma dezena de títulos inéditos, a maioria planejada como série e tratando do mesmo tema – os anjos caídos. No Brasil, a onda começa a chegar às livrarias no segundo semestre com “Hush Hush”, de Becca Fitzpatrick. Os direitos foram comprados pela editora Intrínseca, que espera êxito semelhante ao da tetralogia “Crepúsculo”. “O gênero sobrenatural causa muito frisson e essa moda de anjos pode ser vista como consequência disso”, diz Danielle Machado, responsável pelo setor infanto-juvenil da editora. Na sequência, sai em agosto pelo selo Galera, da Record, “Fallen”, de Lauren Kate. Trata-se do primeiro volume de uma tetralogia que já é cult entre os jovens americanos.
Recém-lançado nos EUA, “Fallen” vendeu 200 mil exemplares nas primeiras semanas e ocupa a quarta posição na lista de best-sellers do “The New York Times”. Tem como protagonistas os arcanjos Daniel e Cam, que brigam pelo amor da humana Luce. E, para isso, não medem consequências. A história se passa em um reformatório, no sul dos EUA. É para lá que Luce é mandada, suspeita de matar o namorado. Fica amiga de dois internos, justamente Daniel e Cam, e somente mais tarde vai saber que esse encontro não se deu por acaso. Já a história de “Hush Hush”, misto de romance, suspense e ação, gira em torno de um “bad boy” alado, chamado Patch. É assim que o protagonista é descrito pela autora Becca, para quem a rebeldia do personagem tem mais a ver com escolhas e redenção – a sua única cobiça é experimentar tudo aquilo que nunca viveu como querubim.
A batalha do bem contra o mal pode ganhar contornos mais ousados, como prova o romance “Angelology”, de Danielle Trussoni, que acaba de ser lançado nos EUA. Com enredo comparado ao de “O Código Da Vinci”, de Dan Brown, centra-se na freira Evangeline, 23 anos, que é procurada por um estudante de arte de nome Verlaine. O jovem está fazendo uma pesquisa para o patrão, que ele não sabe ser um nephilim: ser demoníaco, metade anjo, metade humano, cuja dinastia acumulou uma grande fortuna e busca dominar a Terra através dos séculos. Evangeline, nascida numa família de angelólogos (que fazem parte de uma ordem secreta que se opõe historicamente aos nephilins), possui um documento secreto que pode solucionar esse conflito que vem dos tempos da “Bíblia”. Antes mesmo de ser editado, esse título foi alvo de uma grande disputa pelos estúdios de Hollywood. Quem levou a melhor foi o ator Will Smith, que adquiriu os direitos de filmagem por US$ 1 milhão. Também ágil, a Disney já garantiu exclusividade sobre “Fallen”, comprado um mês após o livro chegar às livrarias. No cinema, o filão tem como pioneiro o filme “Legião”, que chega ao Brasil em junho. O voo dos anjos está se dando em céu de brigadeiro."
fonte

ps: Leu tudo? Principalmente o grifado em vermelho? OMG! O filme de Fallen, no caso a tradução - Graças a Deus - não vai ser Caído e sim Legião, vai ter o filme já em junho! Jesus, eu quero junho! Quero, quero, quero muuuuuuuito mesmo!

Posso falar o que eu penso? Er, claro Amanda, o blog ainda é seu! ¬¬ Poooia ¬¬²
Estava aqui pensando com meus botões eita expressão de linguagem velha ¬¬ e decidi: a Nora (aquela que narra Hush Hush) é chata. Desculpe, estou constatando um fato. Quando o Patch não estava junto, bom, as coisas ficavam basicamente entediantes. Muito entediantes. A Nora é um poço sem humor. Desculpe, de novo, é a minha opinião sobre a singela personagem da Becca. Era assim no Hush Hush, agora imaginem em Crescendo onde já na sinopse diz que ela vai pôr sua vida em constante perigo. OMG. Vou ter filhotes de coelho coloridos.
Enfim. Dane-se. Vou ler de qualquer forma porque sem o Patch, minha paixão completamente e indiscutivelmente platônica, eu não sou nada. Minha vda perde a razão e eu não tenho mais para quê viver porque ele é a minha vida. Dãããr, dramático. Gente, não sou assim, tava de brinks. há.
Agora é sério.
Li doooois livros de domingo pra hoje - no caso, quarta-feira, 21 de abril de 2010. mimi.
O primeiro foi Raven, o qual eu já postei aqui anteriormente e o link para download tá na aba fixa do blog. A história é legal apesar de ser meio entediante em alguns pontos e okey, depois de ler e me derreter com mocinhos como Patch ♥, Maxim, Tiago, Daniel, Tam, Warren, Jesse, Steve -do livro Mais que um Amigo da coleção meu primeiro amor, posto mais adiante sobre.- ; o coitadinho do Zin da Nic de Raven fica bem atrás deixando muito a desejar - apesar de ser super hot, tem que se admitir isso. Mas também né, er, competir com esses seres ali não dá. tem que ser muito, mas muito perfa. E o Zin não é tudo aquilo apesar de ser um árabe musculoso de pele cor de oliva com olhos verdes que ficam ambâres *-* mas aparência não é tudo. Veja além de um rostinho bonito. O que conta é a essência da pessoa. Tá, mas admitisse que um rostinho bonito ajuda muito nessa essência interior. Não que eu ligue. #okey, eu ligo. mas tmb ligo pra essência, o cara tem que ser lindo e querido, me fazer rir de coisas toscas, me fazer sorrir qando eu estiver triste, me abraçar e me fazer sentir a garota mais linda do mundo-- tá, parei, parei.

Ontem eu terminei de ler um livro que meu Deus, fazia tempo que eu não pegava num livro que não tinha coisas sobrenaturais - tipo, ninguém sotlando laser pelos olhos, sugando sangue, pulando como Jackie Chan em suas performaces naqueles filmes chineses surrealistas, ninguém alado e coisa e tal - e que realmente me prendesse pelo seu enredo. Mais que um Amigo, da coleção Meu Primeiro Amor, é a história de Kelly, uma garota muito bonita que não tem tanta autoconfiança assim em questões de amor e Steven o oposto de Kelly. Os dois são o melhor amigo número um - um do outro. Fazem o que qualquer melhor amigo fazem juntos: saem, vão ao cinema, conversam sobre namoros e sobre tudo o que vier na cabeça. Eles vivem assim por anos e como os dois descrevem, um não consegue imaginar a vida sem o outro. Até que chega o dia da aposta. Steven desafia Kelly a conseguir se apaixonar até o baile de inverno e ela revida com a mesma questão, porém ele não pode simplesmente sair com líderes de torcida fúteis e superficias - os dois tem que encontrar alguém por quem se apaixonem. E não é até Kelly começar a sair com o Cara-de-Panaca (é assim que o Steve chama ele sem a Kelly saber) que Steven percebe o sentimento que cresceu dentro dele. E aí vocês leêm e descobrem no que deu essa muvuca *-*
Os capítulos são alternados - um pelo POV da Kelly, outro pelo POV de Steven. É legal assim porque você fica sabendo o que acontece com ambos - mesmo que na maioria das vezes eles estejam juntos - mas você fica sabendo o que os dois estão sentindo. Muuuito legal. Tem bastante confusão, tipo, eles não sabem realmente o que sentem, mas é muito fofo porque eles se tratam como se fossem namorados, porém negam piamente quando alguém pergunta.
Sei lá, as vezes sou quem estou emotiva demais, mas vale a pena *-* Adorei.
- o link pro download tá na aba fixa do blog. Não vou postar a capa porque é antiga então é meio xulequinha e, tenho que admitir, feia. mas a história é legal. Nunca julgue um livro pela capa ;D

Agora estou lendo If I Stay (E se eu ficar?) do Gayle Forman. - de novo, se alguém quiser o livro me manda um email e eu envio.
É a história de uma garota que fica entre a vida e a morte após um acidente de carro e então ela tem a oportunidade de escolher se ela vai querer viver sua vida após a morte, seguir em frente, ou voltar para a terra e continuar com a sua vida normal de sempre, lidando com as consequências que o acidente deixou em seu corpo e em seu coração.

Sinopse: Escolhas. Mia de 17 anos enfrenta algumas díficeis: Permanecer verdadeira a seu verdadeiro amor - música - mesmo que isso signifique perder seu namorado e deixar sua família e amigos para trás? Então numa manhã de fevereiro Mia vai dar uma volta com sua família, e num instante, tudo muda. De repente, todas as escolhas se foram, a não ser uma. E ela é a única que importa.

ps: a capa não é liiiiiiiiiiiiiinda? - tem um monte de versões, mas essa é amais linda de todas. mimi. as outras são toscas comparadas a essa. :)

domingo, 18 de abril de 2010

Série James Potter, por George Norman Lippert

Familiarizado com o nome? James Potter é uma fanfiction extremamente famosa lá fora, com um site com milhares de acesso e basicamente todo mundo fala sobre essa série lá fora. O fã em questão, George Norman, não publicou os livros porque, obviamente, não pode. Mas ele divulgou os livros na internet e assim - poooode.
Os livros narram as aventuras de James Potter - o filhinho do Harry Potter. James ainda conta com a ajuda de mais dois amigos e Ted Lupin - o filho do Remo e da Tonks e afilhado do Harry, pra quem não se lembra.

01 - James Potter e a Travessia dos Titãs - George Norman Lippert
Como se sente sendo o filho do mago mais famoso de todos os tempos?
James Potter acredita saber, porém quando começa sua própria aventura na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, descobre que todo desafio está à altura da lenda do grande Harry Potter.
... Como se não fosse suficiente ter de lidar com as autoridades da escola de magia americana e com os misteriosos e corteses sonserinos, James e seus novos amigos, Ralf e Zane, descobrem um complô secreto que poderia levar o mundo mágico e trouxa a guerra total.
... Agora, com a ajuda de Ted Lupin e sua turma de alegres causadores de alvoroço (os Malignos), James revela o terrível objetivo da ‘Conspiração de Merlin’, correndo contra o tempo para deter uma guerra que poderia transformar o mundo para sempre. Mas como poderia saber se seus esforços estão ajudando a causa ou facilitando os planos de seus inimigos? Antes de James sabê-lo, terá de aprender a diferença entre ser um herói e ser filho de um.

02 - James Potter e A Maldição do Guardião - George Norman Lippert
Um verão de mudanças trás James Sirius Potter de volta a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, com uma nova perspectiva. Confiante de que deixou para trás as aventuras do ano passado, James se prepara para os desafios mais prosaicos de sua carreira estudantil, fazer o teste para entrar no time de quadribol, e manter um olho em seu irmão Alvo e em a sua prima Rosa.
No entanto, o novo ano traz novas aventuras, começando com algumas questões de preocupação crescente a respeito do novo diretor, Merlino Ambrósio, cuja longa viagem fora do tempo pode ter atraído a atenção de uma horrível entidade conhecida lendariamente como “o Guardião”.
Determinado a provar a confiabilidade de Merlim, James encontra-se a imerso numa profunda teia de intriga, decepção e segredos que se alonga de volta no tempo, até a época dos fundadores.
Sob a ameaça do Guardião, que está preparando o seu profetizado médium humano para um reino definitivo de ruína, James, Rosa e Ralf forjam inesperadas alianças num último esforço desesperado para detê-lo antes que seja tarde demais.
Porém, no final, todas as esperanças levam a Merlim, e James deve enfrentar a possibilidade real de que tudo o que sabe sobre o novo diretor é, na verdade, uma fachada cuidadosamente erguida.

Apresentando: Jessica's Guide, Beth Fantaskey

pega as presinhas do Lucius *-* fofo ao extremo³ e a gola do blazer -ou sejá lá o que for mas tem couro- levantada, hum? sempre adorei estilo bad boy (6
01. Jessica e o Guia Para Relacionamento Sombrio
Casar definitivamente não estava nos planos de Jessica Packwood. mas um bizarro (e incrivelmente quente) novo estudante de nome Lucius Vladescu aparece, e diz a Jessica que ela é uma princesa da Romenia que esta destinada a casar com ele desde que nasceu.
Armada com seu novo livro de "Crescendo com o Morto-Vivo: Um Guia Adoslecente para Encontros, Saúde, e Emoções com Vampiros. Jessica precisa fazer uma dramatica transição de uma adolescente normal amareicana para uma princesa vampira.
Mas quando as deliciosas lideres de torcida ganham a atenção de Lucius, Jess se descobre brigando com si mesma para ganhar de volta a atenção dele, parar uma guerra entre os clãs vampiros e salvar a alma de Lucius da destruição eterna.
“Apenas se lembrem, garotas: Um jovem vampiro do sexo masculino é um predador por natureza. Alguns garotos podem olhar você não só com um interesse romântico, mas como presa.”
02. Jessica e o Casamento
Na história que a autora liberou apenas em seu site, o tão sonhado/aguardado casamento de Jessica e Lucius...
-gente, malz, foi a melhor sinopse que eu achei e ainda tem um baita de um spoiler. sorry :(

Beiijim :* #smaaaack -efeito sonoro sabe- dããr Amanda (x

# nossos singelos livros

Geeente, as moderadoras da comunidade Rubro mais a Patricia Camargo que escreve a saga Evanescente, criarama uma comunidade dedicada a valorização e a digitalização de livros de escritores brasileiros jovens, vocês sabem, aqueles que estão com pouca divulgação e mimimi.
Participem e ajudem a divulgar né pessoas !
Comunidade # nossos singelos livros

xoxo ;D

#VD

Faz o maior tempão que eu não cogito VD. Desculpem a negligência, mas eu ainda não li, então não tem como ficar falando sobre algo se eu não sei o que é especulação e o que é verdade. Enfim, a questão é que nessa era e meia que eu fiquei ignorando os irmãos Salvatore, saíram as capas brasileiras do terceiro e quarto livros.




Andei fuçando e em todos os sites que eu fui, pra todos é uma incógnita essas mulheres nas capas. tipo, o óbvio seria ser a Elena, mas dããr, ninguém sabe ao certo. ¬¬ Gente estranha.

Avalon High, Meg Cabot

aaah, gamei total nesse livro e gente, se alguém souber da continuação dele, tiver o volume dois que não seja em mangá ou pode até ser, já to apelando mesmo, me envia sem delongas ! estou em cólicas horrendas por causa disso, mergulhada numa totalmente horrível depressão pós livro. eu quero saber que fim que deu quando (spoiler) -o Will chegou de maala e cuia na casa da Ellie e dá um super e lindamente lindo beijo de cinema nela no final do livro e a bombástica revelação de que o professor era, na verdade, era a reencarnação de Merlin :O- (fim do spoiler) #suspiros
recomendo, recomendo e recomendo .o/\o_


Avalon High pode não ser exatamente o lugar onde Ellie gostaria de estudar, mas até que não e tão ruim assim. Uma escola americana normal, freqüentada pelos mesmos tipos de sempre: Lance, o esportista; Jennifer, a animadora de torcida; e Will, o presidente da turma, jogador talentoso, bom namorado... e muito charmoso! Mas nem todos na Avalon High são o que pensam ser... nem mesmo Ellie, como ela logo vai descobrir. Depois de um esbarrão durante uma corrida no parque, os destinos de Ellie e Will parecem estar irremediavelmente entrelaçados. Ela começa a notar uma série de estranhas coincidências entre o seu cotidiano e a lenda do rei Arthur -nomes similares, triângulos amorosos, sociedades secretas -, mas qual seria seu verdadeiro papel nessa história? Como em Camelot, estariam seus novos amigos fadados a um trágico destino? E, pior, o que ela pode fazer para impedir que uma profecia milenar se cumpra mais uma vez?

ps: se o download não pegar -o que é provável porque dããr, eu não baixei pra ver se pegava porque eu peguei esse livro emprestado na biblioteca- só manda um email que eu envio porque er, eu tinha baixado antes de fazer minha carteirinha. mimi. (y)

sábado, 17 de abril de 2010

#burned

Ah, li por cima o primeiro capítulo que foi divulgado esses dias de Burned. Sinceramente? Nem curti. Primeiro porque é narrado por ninguém menos que mr. Kalona e dãr, não gostei. Monólogos com Neferet, chato demais. Sabe, estou revendo meu conceito sobre HON, não me trucidem. É que a coisa começa a ficar enrolada demais, a começar pela indecisão da Z com mil e um namorados com os quais ela beija de língua todos eles. Bleeeeh. #hihi, mei galin, hein?
me nego a postar o link, se quiserem, procurem no titio google que ama todos os internautas e sempre fornece resultados efetivos para nossas buscas ♥ good luck, baby.
ah, o Kalona-anjo-caído-alado-negramente disse -dãr, como se ele realmente tivesse dito- que não queria que a alma da Z se quebrasse -pelo que eu entendi, quando ela jogou o espirito no Kalona quando ela viu ele assassinando o Heath, ela jogou a própria alma dela pra fora do corpo e agora ela tá perdida no 'Outro Mundo'. Dããr, que coisa mais espiritista- que ele usaria de todos os poderes de imortal dele para mantê-la segura porque ela, a Zoey, era o mais perto de Nyx que ele chegaria. Dããr, quem aqui que é viciado em HON e não sabe que o motivo de Kalona ter caído foi ele ter se apaixonado pela Nyx? Ei, não é tão nobre assim, não se engane, darling. Ele esta basicamente usando a pobrezinha da Zoey. Ah, e ele matou o namorado de infância dela, cujo qual ela mantinha um imprinting. Eeer. Idiotão, se queria algo com ela, acabou com suas chances ali neah.
mimi, parei de 'spoilar' sobre Burned. hihi :x

MV#

Aqui, quotes de Kiss of Death, MV8, pra quem não se aguenta, assim como eu. Assim, as meninas do site postam quotes toda semana então mata parcialmente a curiosidade.

enjoy :)

Exista !

Vamos quebrar protocolos, ignorar as regras e gritar onde diz silêncio. Vamos rir de logaritmos, mandar para os quintos tangentes e senos e completamente não aprender a fazer uma conta que envolva radianos e PI. Dane-se o que pensam os outros sobre sua filosofia. Filosofia não é isso? Pensar? Seus pensamentos? Suas idéias? Então para que dar moral aos desocupados que nem se dão ao trabalho de pensar por si mesmos e riem de coisas assim porque todo mundo ri? Vamos ter atitude, dizer que a primeira ida à lua foi uma farsa, que os americanos monopolizam, que o Mcdonalds é cheio de gordura e hormônios e por isso os americanos de catorze anos parecem ter dezessete e outros parecem ser medidos por dilatação volumétrica. Vamos é rir de quem diz que a Microsoft é a melhor. Vamos sorrir quando levar um fora, rir quando terminarem com você e fazer as pessoas te perguntarem porque ainda esta sorrindo. Porque a vida é bela – literalmente. A vida é cheia de coisas para se viver e temos tão pouco tempo para fazê-los. Então para que perder tempo se importando com o que vão pensar quando você passa na rua ou em como você está vestido quando vai para a missa? Dane-se se pensam que você é louco, dane-se se alguém julga você ignorante. Ignorância não é sinônimo de burrice. Ignorância é ignorar e sim, eu ignoro. Muito mesmo. Vamos fracionar nosso tempo e gritar que vinte e quatro horas é pouco. Risque as que você dorme. Ou então simplesmente não durma. Problema quitado. Deixe de ir numa festa aonde todos vão – provavelmente vai ser chato. Ria quando disserem que todo mundo vai. E daí? Eu sou todo mundo? Vamos é erguer a cabeça diante da derrota, apertar a mão do inimigo e sorrir para ele. Se discutir, faça isso com classe. Não fale palavrões. Ou melhor, fale-os. Às vezes um palavrão resume tudo o que você sente e assim você alivia seu peito. Tiro e queda. Diga não as drogas, pra quê matar a si mesmo quando já há possibilidade de tantos outros fazerem isso com você? Vamos ler – nem que sejam mangás. Vamos ponderar o que dizem nossos pais, eles sempre têm razão, mas só percebemos isso quando temos a idade deles. Vamos questionar o porquê temos que fazer assim e não assado, vamos expor nossas opiniões e não basear-nos no que os outros já disseram. Exceto pensadores como Nietzsche, mas pense duas vezes antes de acreditar em Platão ou Marx. Leia Lobsang Rampa, você verá a vida de outro jeito, porém ignore totalmente Paulo Coelho. Vamos assistir American Idols e nos negar a assistir Ídolos. Os americanos são mais bonitos e cantam melhor, além de fazerem mais sucesso quando o programa termina. Ou melhor, assista X-Factor. Mas os americanos ainda são cheios de hormônios ingeridos nos hambúrgueres e são obesos por causa da excessiva quantidade de coca-cola ingerida a 70cents. Critique os políticos, diga que tudo é uma corrupção imensa. Você não estará mentindo, pela primeira vez na sua vida. Diga que se forem seguir a política do Tio Sam, melhor que se enforquem numa árvore. Uma bem alta para não ter o risco dos pés encostarem no chão. Preste atenção no enredo de um filme de drama. Você não vai chorar depois dos erros de percurso que achar lá. Assista a um filme de terror e ria dos efeitos especiais toscos. Porque eles são toscos. Diga que é catchup. Não, diga que é sangue sintético, tudo feito especialmente para o filme. Não grite quando o mocinho for decapitado e nem chore quando o mesmo morrer – filmes de terror são assim, finais idiotas, enredos idiotas e efeitos especiais grotescos. Vamos admitir que escutamos músicas modinhas. Todo mundo escuta. Forçadamente ou não. Experimenta ligar na Atlântida. Provavelmente ta tocando Lady Gaga. Agora muda pra Jovem Pan. Talvez seja Restart. Melhor assumir do que ser pego ouvindo escondido. Porque você já fez isso – admita. Vamos dizer não à Malhação aos sábados. Você agüenta essa merda em dia de semana? Imagine aos sábados. Trágico ao extremo. Vamos usar palavras diferentes como eufemismo, antagonismo, ceticismo, amabilidade. Quando falar de uma zona, diga prostíbulo. A frase não ficara tão vulgar e a pessoa provavelmente nem vai saber do que você esta falando. Esqueça o que te disseram sobre primeiro amor. É tudo uma bosta e você sempre se arrepende. Você esquece mesmo com todo mundo dizendo que não. Primeiro amor é tudo menos inesquecível. Não fique na fossa por isso. Você só vai crescer, lembrar disso e dizer “putz, como eu fui idiota”. Simplesmente não ligue pro que dizem. Principalmente pra mim. Isso é o que eu acho, são meus princípios, você tem os seus. Viva através deles.
by Amanda Steilein

#fallen news.

Bléh, adiaram o lançamento de Fallen para agosto. Lembram que era pra sair no primeiro semestre? Pois é, o primeiro semestre foi indo e foi indo e tá quase acabando e a Galera Record -a editora. umpft. jurava que era a Intrínseca- resolveu adiar ainda mais nossa ansiedade e sofrimento para poder ter em mãos e em nossa estante de livros Fallen. Será que vão traduzir para Caído? Hum. enfim, noticia totalmente broxante na minha leiga opinião. er. eu nem queria mesmo. #mentira.


ah, e a editora Galera Record tem mais novidades fresquinhas que saíram do forno para nós nos deliciarmos ! #bleh, nunca mais me deixem falar assim.
Sabe a série Private? Exclusivo por aqui? Aquela que Kate Brian escreve gente ! Entoon meu povo, parece que ninguém no mundo virtual consegue achar o segundo volume da série pra download. nem eu que sou uma traça de livros e não descanso até consgeuir achar os segundos e terceiros e quartos volumes das séries que eu amo. enfim, a questão é que eu descobri que Private é publicado no Brasil. Sim, por acaso acho que sofro de atraso mental profundo. bleh. O segundo volume se chama (em port#) Exclusivo: Só para convidados. Huuum, mas que revelador! #taparei. Mas a coisa interessante é que esse segundo volume já esta à venda. Sim, podem surtar, gritar, espernear. Vai, já disse que pode. :*

Sinopse: O futuro de Reed já parece tão brilhante quanto os diamantes de 2 quilates que enfeitam as orelhas de suas novas colegas de alojamento. Ela é uma Menina do Billings agora. E com o novo status vem respeito, inveja e, o mais importante, oportunidades. Sem falar das festas superexclusivas… A Legado é a maior e mais importante entre elas. Pena que para estar lá você precisa fazer parte de um legado, e para isso Reed teria que nascer de novo. E agora? A vida no novo alojamento é tão glamourosa quanto ela imaginava, mas para realmente acompanhar as meninas Reed terá que se envolver nas muitas mentiras que cercam suas vidas.

chorei, chorei agora não choro mais ¬¬ Deus, como eu to idiota hoje.
hey guys ! alguém não quer me dar Fallen de presente não? Tipo, meu aniversário é em agosto, sabe. Assim, se não quiser me dar Fallen porque não gosta, compra MV, Glass Houses? Tipo, o primeiro volume vai sair em agosto aqui no Brasil também. hum, o que me diz? Ou tudo bem se você quiser comprar os dois. nem ligo. leio todos. Hum, hum? Cooooompra vai ! *-*

Bienal#

Atendendo a pedidos então -que emoção hihi-
Link para assinar a petição para Richelle Mead -sabe, a tia super foda que escreve VA- vir para Bienal desse ano, aqui. Vamos lá gente, ajuda! (: queremos tia Richelle aqui, no Brasil porque ela é fofa, atenciosa com os fãs e mimimi. Ah, eu também quero a Rachel Caine -sabe, aquela lá que escreve MV- e a Becca Frtizpatrick -aquela outra que escreveu hush hush- porque ela é querida.
mimi. assinem. quem estará ganhando são vocês seus espertos.

Quero minhas amigas de volta :#

Porque eu tenho tantas saudades daquele tempo, tantas lembranças, tantos momentos inesquecíveis... É impossível esquecer tudo o que nós passamos juntas. Toda vez que eu vejo uma de nossas fotos bizarras, me bate uma nostalgia, uma vontade de reviver tudo que nós perdemos por uma bobagem. Eu quero tudo isso de novo, igual a como era antes. Sem brigas. Quero nossas conversas, nossos jogos de verdade ou conseqüência onde as conseqüências nunca eram pagas, nossos filmes, os vídeos toscos que me fazem rir até hoje, tudo, TUDO me faz uma falta inimaginável. Eu quero rir das situações com vocês do meu lado, falar tudo que vier na cabeça enquanto nos entupimos com sorvete e brigadeiro; quero ficar até seis horas da manhã falando sobre meninos, fazendo bagunça e falando besteiras. Quero fazer loucuras com vocês de novo. Que quero os conselhos de todas vocês novamente, quero possamos falar sobre nossos amores platônicos que só nós compreendemos. Eu quero rir dos filmes de terror com vocês porque só é completo quando estamos juntas. Eu quero nossos trabalhos de última hora, aquelas experiências de ciências que fazemos em um dia ou folders que levam quinze minutos suados e sempre tirarmos notas boas com todo esse sufoco. Eu quero estar inteira de volta, quero minhas amigas reunidas como sempre fomos. Eu quero de volta a amizade que nos foi tirada sem nem sabermos o porquê. Eu quero vocês comigo, rindo à toa e fazendo piadas. Quero recomeçar. Quero que tudo volte a ser como antes.

by Amanda Steilein.

domingo, 11 de abril de 2010

Um pouquinho de Rubro (L)

Ah, é a minha nova paixão *-* Me apaixonei pelos personagens -vampiros e dampiros- #tosses prolongadas. Team Tiago, Team Maxim, Team Feron ! Dã, sou super patética, eu to sabendo disso ¬¬ Mas o que eu posso fazer se existem namorados ideais no mundo ficticio e o que sobra pra gente aqui no mundo real cheio de cores, hum? Ah, claro. Nada. Dã, como sou idiota ¬¬²
Mas enfim, sem enrolação.
É bem escrito, tem suspense, mistério, ação, é super engraçado, tem fundamento -não é daquelas histórias que você fica sabendo tudo de cara e fica tipo, dã, que coisa mais besta- e o melhor é que tem um enredo suuuper legal e o livro te prende. Sério, tu não consegue parar de ler até terminar o livro. *-*
Tipo, os vampiros e dampiros vivem na Academia Búlgara que -tcharã!- fica em Santa Catarina -kiss:*- mas enfim, a história basicamente se passa dentro da escola então sem muitos alardes sobre ser no Brasil. O conceito dampiro é basicamente assim: os vampiros (homenzinhos gente) se reproduzem -ai que termo mais cientifico ¬¬ daqui a pouco estou escrevendo 'eles se acasalam'- com os humanos e eis que surgem os dampiros, os quais são mais poderosos e possuem sentidos mais aguçados que vampiros. E eles servem de guardiões para os vampiros. Antes de surtarem e começarem a gritar de como o mundo é injusto e como tudo isso não passa de uma cópia de VA, leia o post até o final apressadinho ¬¬ Os vampiros não são como os Moroi que ficam parados esperando outros lutarem por outros ou aquela coisa de que são super frágeis e não podem tomar sol e mimimi. Esses vampiros são fodões apesar de adquirerem super sentidos no decorrer dos anos, tipo, tem um personagem que é um vampiro suuuuper quente de DOIS MIL anos. Ah, e os vamp fodinhas -porque os damps que são fodões- tem dons, tipo, visões, controlar elementos, ficar invisivel, levar pessoas para visitar lembranças e mimimi. Bem legal. Ah, e é meio que proibido por lei na sociedade vampiresca que damps e vamps se relacionem amorosamente, pooorque caso eles tenham filhinhos -hihi (6) ta, eu paro- ninguém sabe o que pode sair dali, pois eles podem ser muuuiiiiitooo poderosos, tipo, os damps também possuim dons como os vamps e então imaginem um filho de ambos. É, caquinha meu negô. spoiler ¬¬ Mas isso não reduz minha simpatia pelo quase-casal principal que no caso é um vamp e uma damp. Dane-se regras da sociedade. :) Motim#
Enfim, querem saber mais? Leiam o livro preguiçosos !  ;P  I love you too (y)  :D

Link primeiro capítulo Lótus ! :#

sábado, 10 de abril de 2010

Fanfiction.

Okey, eu já disse aqui que não curto fanfic e mimimi, mas tenho minhas excessões, como é o caso de Burning Sun que a autora ainda não terminou e tá há uns três meses sem postar nada ¬¬ Enfiim, achei uma fanfic de Vampire Academy que eu achei bem legalzinha. Uma fanfic de Spirit Bound. HUM. No site tmb tem uma fic do primeiro livro de VA só que narrado através do Dimitri, tipo Midnight Sun, e eu li uns capitulos e achei bem legalzinha porque vai bem de acordo com o narrado pela Rose, tipo, mesmas falas e mimimi. (:
Aqui o link.

xoxo

Padronização de Vestimenta.

E quem é que gosta de uniformes? Eles sempre são sem graça. Quem é que gosta de ficar igual a todo mundo, todo santo dia da semana? Acho que padronização apenas reprimi nosso senso de criatividade. Principalmente quando exigem todas as peças de determinada roupa em determinado lugar. Okey, vamos então abanar bandeiras Restar e Cine, usar bandanas vermelho-sangue, gorros coloridos ao extremo, meias listradas de diversas cores, tênis neon, luvas brilhantes e maquiagem chamativa. o/ Adoro. Acho que temos direito a expressar nossos sentimentos através de roupas, nem que seja por um casaco colorido -há- é que sabe, minha escola agora proibiu casacos coloridos, que não sejam preto ou azul marinho. Pode uma coisa dessas? A pulserinha do sexo podia usar e só foi proibido agora porque rolou um processo no governo estadual. Senão estaríamos livres para usar pulseiras coloridas de silicone que para você não tem significado, porém para o pedreiro na rua é uma placa com letreiro piscando 'vem meu doce'; e não para escolher com que casaco vestir para ir pra aula. Não é o cúmulo do absurdo? As escolas hoje em dia se preocupam mais com o uniforme dos alunos do que com a educação. Tenho professores que simplesmente chegam, sentam na nossa frente e começam a narrar fatos de suas vidas particulares ou então que trabalham assuntos do ano passado. Sem contar na professora que esta trabalhando flexão de substantivos conosco. O que é flexão de substantivo? Ah, é só que estamos aprendendo como transformar uma palavra masculina em feminina. Tipo, aprendi isso na terceira série e estou aprendendo exatamente a mesma coisa agora, no segundo ano do ensino médio. E vem me dizer que não posso usar um casaco vermelho. ATA. O pior é que a direção recolhe os casacos. Sério. Juro por Deus. A desculpa é que não é para o casaco chamar mais atenção que nosso uniforme. Aparentemente, deveríamos nos orgulhar de estudar ali porque, segundo nossa diretora, a escola esta a nível de colégio particular. Agora eu pergunto: E daí? Foda-se. Eu quero ter o direito de me vestir como eu quiser e não ter que comprar uma jaqueta da escola de 70 reais que não esquenta porcaria nenhuma. Acho que antes de começar a cobrar uma coisa, a pessoa tem que dar o exemplo e parar de vir para a escola com roupas sociais e chamativas, o tipo de roupa que você não usa em nenhum lugar que não seja a intimidade do seu ambiente familiar de tão ridiculo que é. Francamente, será que alguém se preocupa que tem mato crescendo do lado do bicicletário? Não, acho que os casacos coloridos é um problema mais urgente do que possíveis animais peçonhentos aninhando-se nas proximidades dos ambientes escolares. Dã, como não pensei na urgência disso antes? Casacos coloridos são uma infâmia! Er, não. E daí que estou usando um casaco vermelho? Fulaninho da quinta série tá se agarrando com Ciclaninha dentro da sala de aula. Será que eles levaram advertência e um sermão de como devemos dar o exemplo como nós do ensino médio sempre levamos? Er, não. Porque oviamente fomos nós adolescentes que corrompemos a mente dos menores. Hipocrisia ¬¬ A mesma idiotice é a escola investir em câmeras. Tem uma no portão, uma na secretária e uma no pátio. Desculpa para aquisição dessa porcarias eletrônicas: segurança. Okey, não tem casos de roubo desde não sie quando e nem tinha câmeras. E agora eu pergunto: tem uma câmera atrás do ginásio onde a galera praticamente suga um o globo ocular do outro? Tem? Claro que não. Me sinto invadida na minha privacidade com essas coisas me olhando. Sério, parece BBB. Dauqi a pouco tem cameras no banheiro e um realy show na RBS falando sobre a vida agotada dos estudantes. Er. E se você abre a boca pra dizer alguma coisa mandam você ficar quieto porque direção e professores são 'superiores' aos alunos. Ah, desculpa, mas não somos maduros na hora de fazer provas ou arcar com trabalho e etc? Então somos suficientemente adultos para defendermos nossas ideias e principios e expôr o que pensamos a respeito dos investimentos que a escola faz com o NOSSO direito. Francamente, a coisa é uma imensa hipocrisia e eu quero é mais que a escola mofe ¬¬

Crescendo, Falling for the Fallen.

Piirem. Saiu a capa de Crescendo, livro que segue depois de Hush Hush, continuando a saga Falling for the Fallen. Lembram que eu tinha postado a sinopse? Pois é, agora saiu a capa também.



Sinopse Crescendo (16 de novembro de 2010)
Nora deveria ter desconfiado que a sua vida estava longe de permanecer perfeita. Apesar de começar um relacionamento com seu anjo da guarda, Patch (que, apesar do título, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviveu a uma tentativa contra sua vida, as coisas não estão progredindo. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é por causa de seu interesse por ela ou porque o seu interesse deslocou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem mencionar que Nora é assombrado por imagens de seu pai e ela fica obsecada em descobrir o que realmente aconteceu com ele na noite em que partiu para Portland e nunca mais voltou para casa.
Nora ainda investiga o mistério da morte do pai dela, mas ela começa a se perguntar se sua linhagem com os Nephilins tem algo a ver com isso, bem como porque ela parece estar em perigo mais do que a estava antes. Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar sempre bloqueando seu caminho, ela tem que começar a encontrar as respostas por conta própria. Confiando demais no fato de que ela tem um anjo da guarda, Nora põe em risco sua vida repetidas vezes. Mas ela pode realmente contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode sequer imaginar?


Er, adorei a capa, não é por anda não, mas a primeira era bem mais fodástica. Não que essa não seja impactante, é, mas sei lá.

Last Sacrifice, Vampire Academy

Suuposta capa de Last Sacrifice, último livro de VA, como todos sabem. Er, adorei. Perna que divulgam a capa em vez do livro, mas sério, tudo bem, quem aqui esta reclamando da demora da publicação já que o livro já esta pré-escrito e mesmo assim teremos que esperar até 14 de novembro -ou é dezembro? o.o- para poder ler que fim vai dar Rose e Dimitri ? Ninguém esta reclamando. Ninguém. Dã, que gente que fica vendo motim em tudo. Er.

Desigualdade Social ¬¬

Meu trabalho de Sociologia :#

Os principais fatores para a existência da desigualdade social no Brasil são provavelmente a grande falta de interesse do governo em estabelecer um salário mínimo digno para todas as pessoas em geral. Não há como um pai de família que trabalha sete dias por semana de um jeito quase desumano, com cinco filhos e uma esposa para sustentar, sobreviva com um salário de quinhentos reais. Acredito que seja exatamente por isso que ainda existam pessoas nas ruas, morando sob pontes e viadutos, vivendo em casebres de dois quartos, pessoas sem ter o que comer ou vestir. Enquanto outros trabalhando sentado o dia inteiro sem fazer absolutamente nada, ditando ordens e tarefas para seus subordinados e arranjado meios para surrupiar a verba pública da empresa ou do próprio governo.
Claro que não podemos generalizar e dizer que todos os políticos e empresários são assim. Muitos trabalharam duro a vida inteira para chegar onde estão e ter todo o reconhecimento e descanso merecido. Porém também não podemos generalizar e dizer que todos são os mocinhos. Há os vilões sim e não podemos mais confiar nas nossas autoridades como confiávamos antes porque simplesmente não se tem mais como distinguir o caráter das pessoas. A situação está tão crítica que até uma pessoa de caráter honesto e correto pode se deixar balançar por um suborno generoso e assim aceitar as condições preditas.
Outro fator que poderia ser apontado seria a falta de oportunidades devido à insegurança quanto ao caráter citada acima. As pessoas não podem mais dar empregos a desconhecidos sem fazer uma série de perguntas um tanto constrangedoras e sem uma devida referência anterior. Agora vem a pergunta mais clichê de todos os tempos: e como é que os jovens vão conseguir um emprego se não possuem referências anteriores e ninguém lhes dá oportunidade para possuí-las um dia? E quanto às pessoas com deficiência física ou mentais? E os negros? Hoje em dia ainda há sim o preconceito e é eufemismo e hipocrisia dizer que não há.
E outro que eu acredito que seja um fator bastante influenciável para a desigualdade social, seriam as chamadas quotas nas universidades. Acredito que os negros têm que sim ter seu espaço na sociedade, mas com quotas em universidades com certeza não vão ganhar. Claro que uma bolsa de estudos e sua vaga na faculdade estarão garantidas porque há tantas vagas reservadas para eles, mas aí tem a questão: e se os aprovados não são capacitados? Estarão tirando a vaga de alguém que realmente tem potencial e só não conseguiu passar por causa das quotas. Por exemplo, se existem cinqüenta vagas para negros e apenas vinte fizeram o vestibular, esses vinte nem precisarão fazer a prova em si porque simplesmente a lei exige que se admita pelo menos cinqüenta. E se algum deles não tiver realmente o merecimento de estar ali estudando? É uma questão delicada e com bastantes opiniões diversas, mas para mim isso é vergonhoso. Eu me sentiria inútil se fosse aprovada apenas porque era necessário fechar a quota.
A preocupação de nossos governantes com o que os outros países irão pensar é no mínimo tosca. Francamente, quem se importa com o que os outros vão pensar contato que estivermos bem, com nossos sistemas públicos impecáveis e todos vivendo em harmonia sem violência em cada esquina? Quem se importa com quantos milhões o Brasil doou para o Haiti? Claro que não estou condenando meu país por ajudar outro, mas acho que a prioridade é estabelecer um sistema de saúde pública digno aqui antes de pensar em estabelecer pontos de saúde lá. As pessoas aqui estão morrendo todos os dias em filas intermináveis em hospitais públicos e nosso senhor presidente pensa em como as crianças no Haiti estão passando fome. Há gente aqui comendo em lixões. Há gente aqui vendo sua família morrer aos poucos porque não possui recursos para evitar. Há gente aqui que ainda não tem um sistema de saneamento básico em casa ou energia elétrica. Há brasileiros que ainda – por mais vergonhoso que seja – não tem acesso à educação de qualidade. E agora eu pergunto: é mesmo assim tão nobre o governo ajudar o “vizinho necessitado” quando está tirando o pão da boca dos seus “filhos” para ajudá-los? Eu acho que não.
A desigualdade social acontece justamente por causa dessa desigualdade financeira entre as classes sociais. Pode ser que as classes sociais sejam sim necessárias, mas as pessoas que trabalham no pesado, que fazem o trabalho árduo, deveriam ser remuneradas de acordo com suas respectivas funções. Um homem que trabalha fazendo motores, por exemplo. Ele é constantemente exposto a resina e constantemente se queima com a mesma, porém ele sempre cumpre com sua quota diária. E quanto ele ganha ao fim do mês? Mil reais, talvez menos, enquanto o diretor do setor ou algo parecido fica protegido contra a resina escaldante atrás de sua mesa o tempo todo, realizando o muito árduo trabalho de demitir pessoas, contratar outras e ganha até três vezes mais do que aquele trabalhador que se queima com resina e corre o risco eminente de perder partes do corpo enquanto trabalha em máquinas complexas e grandes. Eu só não consigo ver onde fica a igualdade nessa história. Por que o diretor merece mais do que aquele que se expõe ao calor excessivo de 40º durante oito horas com uma pausa insuficiente de meia hora para almoçar?
O diretor pode ter conquistado seu cargo, mas e o trabalhador manual? Como ele fica? Se expondo relativamente ao perigo cinco dias úteis por semana e ganhando uma considerável merreca quando se trata de comparar a verba com sua função? Estamos num nível desumano.
Os mais afetados com tudo isso são pessoas sem o ensino fundamental ou ensino médio completo porque hoje em dia você não consegue nem trabalhar de balconista num bar sem o diploma do ensino médio. E nosso presidente nem o ginásio têm efetuado. Acho que o povo brasileiro tem que começar a ver atrás das aparências quando for apertar a tecla “confirma”.
Sem um segundo grau completo você praticamente não tem como arranjar um emprego, apesar de pessoas com uma porção de cursos, fluente em várias línguas também participar dessa desigualdade econômica.
Mas acho que não é justo jogar a culpa só em cima do governo e empresários de renome. Sinceramente acredito que uma parte dessa desigualdade deve-se a nós mesmo pelo fato de exigirmos tão pouco dos próprios encarregados de governar. Se pensássemos duas, três, quatro vezes antes de votar, analisar com cuidado cada candidato, avaliar se ele merece mesmo seu voto, se lêssemos o plano de governo de cada um deles, acredito que viveríamos no mínimo numa sociedade mais justa. Acho que todo esse “dom” de falar mal das outras nações, coisas como “como esse povo é nojento e arrogante” deveríamos era olharmos para nosso próprio nariz e começar a ver que a nossa nação verde e amarela não lá muito caridosa e receptiva e toda solidária como fora pintada. Isso tudo é parte de um grande e mentiroso rótulo que o governo insiste em não deixar cair. É como colocar um outdoor na frente de uma construção velha e caindo aos pedaços.
Acredito que as coisas poderiam mudar e melhorar se começássemos a procurar saber realmente quais são nossos direitos e nossos deveres, saber ao certo o que podemos ou não cobrar, deveríamos lutar por uma igualdade econômica pacificamente, nada de greves porque isso é besteira e perda de tempo. Lutar honestamente com dignidade, fazendo por merecer. Acho que tudo ficaria melhor se as pessoas começassem a se unir, olhar realmente para o mendigo pedinte em vez do cachorro moribundo. Acredito que nosso país seria um lugar muito melhor se nós parássemos para pensar um momento e disséssemos para nós mesmos pararmos de sermos tão ignorantes. Porque não somos burros. Apenas ignoramos a situação degradante de algumas coisas como ignoramos a corrupção de determinado deputado quando votamos nele para ser nosso governador.
As coisas mudariam se o governo não fosse tão corrupto e não desviasse o dinheiro público para suas contas na Suíça e realmente investisse nos projetos sociais que tanto gostam de enfeitar em seus discursos. Ou então se resolvessem ajudar o próprio país a ser um lugar de primeiro mundo ao invés de doar quantias mirabolantes para outros países. As coisas mudariam se começássemos a agir em vez de ficarmos falando em quanto o mundo em que vivemos é injusto.
Por Amanda Steilein.

Lótus | Saga Evanescente --novidades--

Comunidade Rubro - Oficial onde você participa da promoção.
[CONCURSO] Quem quer ler Lótus ?

É simples, tem que criar uma fan-art do Rubro ou do Lótus.
Pode ser uma cena ,ter casais ou ter frases(personagens a sua escolha) ou tudo junto ;D O vencedor do concurso pode ler os 10 primeiros capitulos de Lótus e além disso a vencedora do concurso ganhará o direito de criar um tópico promocional; não fugindo do assunto, os nossos queridos livros da SagaEvanescente.
Para poder participar do concurso e poder ler uma parte do Lótus, existem algumas regras que os participantes dverão respeitar:
*cada pessoa pode manda até 2(duas) fan-arts, se o participante mandar mais que isso apenas as primeiras irão estar valendo;
*uma vez que ela for mandada o participante não poderá mais deleta-lá (isso é algo que apenas as moderadoras poderão fazer, caso alguma regra seja desrespeitada);
*ela deve ser baseada no rubro ou no que já foi divulgado de lótus (casais e personagens ficam a critério de cada participante);
*as fan-arts devem ser totalmente originais, ou seja, nada de pegar de algum lugar ou de outro participante e dar uma modificada e falar que e sua;
*o concurso será aqui no tópico mesmo, e as votações serão por meio de enquetes, assim que o concurso for encerrado;
*se qualquer participante falar mal das outras montagens ou participantes será DESCLASSIFICADO na hora e sem chance de voltar a poder participar do concurso;
*a montagem pode conter letra de musicas, frases do livro, e você poderá criar frases para por na sua fan-art também;
*a fan-art tem que ser armazenada no picasa:
-O picasa aceita vários formatos como gif, jpg, png etc e não precisa de programa, é só ir no site, clicar em álbuns da web do picasa e colocar seu usuário e senha do orkut e já está logado. Após o login, vá em fazer upload e escolha o álbum. Faça o upload.
http://lh4.ggpht.com/_JlaK17XH8LY/S2LkUHQR2PI/AAAAAAAAAN8/Hb9ICDEXde8/Sem%201.png
-E depois clique na imagem para ficar maior.
http://lh4.ggpht.com/_JlaK17XH8LY/S2Lk4Cn9HiI/AAAAAAAAAOE/p95lz-3OWG8/Sem%202.png
Agora você já tem o URL da imagem hospedada!
-Há também modos mais simples de hospedar imagens de modo que dê certo no orkut. Um deles é upload sua foto no seu álbum, abrir, e depois arrastar a imagem até a barra de endereços - ou também simplesmente clicar com o botão direito e exibir imagem. Depois só pegar o URL que ficou na barra.
http://www.picasaweb.google.com/
*os tamanhos que serão aceitos são somente:
480x600
384x480
192x240
128x160
pra quem não sabe, o menor é a largura e o maior é a altura
se não estiver em algum desses tamanho, a sua fan-art será excluida;
*não é permitido pedir em comunidades que editam banners, blands e capas, pois nós iremos descobrir;
*tem que falar que programa usou (em comentario, nada de me por isso na sua fan-art);
*e a fan-arta ainda deverá ter escrito:
-rubro (caso você va fazer sobre o rubro)
-lótus (caso você va fazer dobre o lótus)
-saga evanescente (para qualquer um dos dois)
*o encerramento do concurso ainda não tem data definida.
Para inscrever-se, só é necessário:
Nome e sobrenome; Programa de edição que você usou para fazer sua fan-art ;D

xoxo :*

domingo, 4 de abril de 2010

A Mulher do Viajante no Tempo | Audrey Niffenegger

E é esse o livro que anda consumindo meu tempo esses dias. Minha opinião é que é lindo, a história de superação por trás do romance, o amor entre os dois, o jeito como é contado e como a autora não se perde -quando vocês lerem vocês entendem- e como é apaixonante a leitura. Eu já gamei no livro quando li o prólogo. Agora reflitam sobre o quanto o livro deve ser bom.
A Mulher do Viajante no Tempo foi adaptado para o cinema ano passado e só posso dizer uma coisa: Leiam, vocês irão amar.

Sinopse:
O livro narra a história do casal Henry e Clare. Quando os dois se conhecem Henry tem 28 anos e Clare, vinte. Ele é um moderno bibliotecário; ela, uma linda estudante de arte. Os dois se apaixonam, se casam e passam a perseguir os objetivos comuns à maioria dos casais: filhos, bons amigos, um trabalho gratificante. Mas o seu casamento nunca poderá ser normal.
Henry sofre de um distúrbio genético raro. De tempos em tempos, seu relógio biológico dá uma guinada para frente ou para trás, e ele se vê viajando no tempo, levado a momentos emocionalmente importantes de sua vida tanto no passado quanto no futuro. Causados por acontecimentos estressantes, os deslocamentos são imprevisíveis e Henry é incapaz de controlá-los. A cada viagem, ele tem uma idade diferente e precisa se readaptar mais uma vez à própria vida. E Clare, para quem o tempo passa normalmente, tem de aprender a conviver com a ausência de Henry e com o caráter inusitado de sua relação.
A superação das dificuldades encontradas no relacionamento, a ausência e a saudade são tratadas com muita sensibilidade, inteligência e bom humor pela autora. O livro mostra que o verdadeiro amor é capaz de transpor todas as barreiras – inclusive a mais implacável de todas: o tempo.
 

Capa gatona hein (: é essa que esta publicada aqui no Brasil porque, dã, é essa a capa do livro que eu to lendo x.x #taparei. O filme estreou em 14 de agosto de 2009 ;D Traz o nosso Hulk, Eric Bana, como protagonista, no papel de Henry DeTamble e Rachel McAdams no papel de Clare Abshire. O cartaz do filme abaixo:


Hum. A Clare do livro é uma ruiva com sardinhas fofas. A atriz é meia loira. Mas enfim. Espero que seja um filme descente e não mais uma dessas adaptações rídiculas de livros bons que ficam horrorosos em filmes. ;D

Enjoy :*

Novidade !

Foi dica da Byhanca que comento aqui no blog e eu achei que seria interessante divulgar (:
Um livro escrito pela Patricia Camargo e pela Bruna Affonso, ainda não esta publicado, mas fui informada de que há uma possibilidade disso acontecer :) A principio serão 4 livros, Rubro, Lótus, o qual já esta em meios de ser terminado, Ônix e Paládio. Os livros formam a Saga Evanescente. A Byhanka também informou de que talvez pode sair um quinto livro escrito pelo ponto de vista do badboy da história.

- Rubro:

O que você faria... se um passado esquecido... voltasse para te assombrar? O que você faria... se um estranho... fosse a sua única esperança?

Um conto de morte.
Um conto de mistérios.
Um conto de paixões proibidas.
Um conto rubro.

Para quem quiser adquirir o livro -gratuitamente- só entrar em contato com as autoras pelo email da saga sagaevanescente@hotmail.com, ou pelo email byhanka_whitaker@hotmail.com da moderadora da comunidade :)
Comunidade: - Rubro ®
Nota: Gente, se quiserem o livro vocês terão que mandar um email para as próprias autoras ou então para a Byhanka porque eu não posso fornecer. -Pedido das autoras (:

Posso dizer uma coisa? AMEI a capa. Simplesmente linda, linda e linda ! Apesar de não ser oficial nem anda disso, mas mesmo assim. Linda  #suspiros.
Mais novidades eu posto aqui (:

Saudade :#

O que eu posso dizer? Perdi o contato com tantos amigos queridos que eu sempre queria que permanecessem na minha vida. Mas nem sempre as coisas acontecem como a gente quer. Principalmente isso. O que eu podia fazer quando um foi pra um canto e outro para outro? Deus sabe como eu queria que todos ficássemos juntinhos até o mundo deixar de ser mundo. Mas adiantou querer tanto? Até tentei fazer algo para impedir a separação e, convenhamos, se eu tivesse conseguido êxito não estaria escrevendo isso. Tem coisas que são inevitáveis e incontroláveis, eu aprendi isso, mas não quer dizer que eu aceito ou me conformo. Às vezes eu sinto que as coisas deveriam ter sido de outro jeito e às vezes, na maioria delas, eu penso que tudo que aconteceu foi bom porque se não tivesse acontecido, seria diferente, talvez eu não tivesse conhecido as pessoas maravilhosas que conheço hoje. Quem sabe? Tudo é tão imprevisível, tão misterioso. Acredito em destino, mas também acredito que podemos mudar o que já esta escrito. Acho que podemos sempre escolher algo diferente, traçar um caminho alternativo, escrever uma história nova, dessa vez com um final feliz. Têm vezes que eu penso como seria interessante poder voltar no tempo e consertar algumas coisas, então eu descarto o pensamento porque vejo que se tudo fosse assim fácil, nunca teria aprendido o que eu sei hoje. Se eu pudesse voltar no tempo e não cometer os erros que cometi, eu mudaria quem eu sou e eu definitivamente não gostaria disso. Se eu mudasse uma coisa mínima, um abraço, um sorriso, quem sabe no que isso afetaria meu futuro? Prefiro deixar as coisas como estão porque agora sim elas estão ótimas. Não acho que chorar seja a solução. Não gosto de ficar derramando lágrimas, prefiro simplesmente abrir um sorriso e seguir em frente. Pra mim chorar é só uma coisa que você faz e provavelmente vai se arrepender de ter feito, então, pra quê perder tempo com algo que você sabe que vai achar estúpido no instante em que terminar de fazer? A solução dos problemas não é se afundar em prantos e sim erguer seu queixo e não abrir mão das coisas que preza para resolvê-los. Tudo vai ficar bem, mas você precisa agir para que tudo fique assim. Aprendi que não adianta você sentar e apenas esperar que as coisas aconteçam. É necessário que você faças as coisas acontecerem de um jeito que você se lembre e diga que valeu a pena. Por isso eu não me arrependo de nada que eu fiz. Posso pensar que poderia ter feito de outro jeito, mas não me arrependo porque eu vivi aquele momento intensamente, do jeito que tinha que ser vivido. Do jeito que eu achei que me faria feliz.
by Amanda Steilein.

Umpf --'

Já disse que peguei emprestado na biblioteca pública Escolhida de HON? Já disse que traduziram Imprinting para Carimbagem? Já disse que acho super vulgar e horroroso? Tipo, qual o problema com Imprinting ou então tradução para Impressão? Mas Carimbagem? Faz assosciar com perversão. Dãã.
Já disse que peguei O Beijo das Sombras? Com a capa antiga horrenda? Já disse que deixaram os termos Moroi e Strigoi sem tradução, porém traduziram Dhampir para 'dampiro'? Preciso dizer o quanto isso me fez ficar indignada e ter uma crise de risos incontrolável?

xoxo

Yo no puedo vivir sin usteds :#

Eu preciso de vocês pra poder levantar todos os dias, levantar a cabeça, abrir um sorriso e dizer que hoje é só um dia comum. Eu preciso de vocês para tranformar esse dia num dia perfeito. Eu preciso de vocês pra conseguir olhar pra cima e ver um lindo céu azul e não só mais um dia de calor insuportável -I hate the sun- , pra olhar a chuva caindo e ver a mágica que acontece nesse instante e não ver apenas uma chuva que provavelmente me deixará encharcada quando chegar em casa. Preciso de vocês porque vocês me apóiam e não me julgam. Porque vocês me dizem quando eu estou sendo estúpida e imprudente. Porque vocês me entendem mesmo que na maior parte do tempo ninguém entenda churras do que eu digo. Vocês são meu incentivo, meu ar, meu tudo. Vocês que me fazem ver a vida como um grande arco-íris o qual eu quero chegar do outro lado e achar o pote de ouro. Vocês são parte de mim, vocês me fazem querer arriscar, me fazem querer rir, me fazem querer gritar de alegria. Vocês são as pessoas mais importantes da minha vida, as pessoas que eu necessito, que eu preciso tanto e tanto, dia após dia. Não sei como faria se não tivesse vocês, meus amigos, do meu lado a cada passo que eu dou. Vocês brigam comigo quando precisa, vocês riem das minhas piadas idiotas mesmo quando até eu sei que elas são estúpidas demais, vocês andam comigo e me fazem feliz. Vocês são a minha vida e eu faria e já fiz qualquer coisa por vocês. POrque eu não posso viver sem vocês.



Bili, Dessa, Bruno, Wilson, Hanna e Rafa <3

sábado, 3 de abril de 2010

Primeiro tudo ¬¬

Por que todas as pessoas dizem que 'o primeiro amor é inesquecível'? Sinceramente, eu acho que é esquecido sim. Pra mim foi. Talvez porque minha experiência com o meu primeiro amor foi meio razoável e hoje eu ache o cara um completo idiota e me lembre vagamente de alguma coisa. Mas eu não acho que foi marcante e aquele baque que todos diziam que seria. Ou talvez porque eu não tenha me apaixonado de verdade e não percebi isso. Ou talvez só porque eu sou super esquisita. Quem sabe? Francamente, primeiro amor é clichê. Podem me bater, eu acho isso. Acho que todo aquele romantismo, aquela coisa de suspirar e viver em função do outro, não querer desgrudar e toda aquela coisa de filme mel com açúcar que contam sobre o primeiro amor é uma coisa mais psicológica. Porque convenhamos: Você se apaixona -ou acha que acontece isso, fikdik- pela primeira vez na vida. Aí você pensa 'hum, primeiro amor, uau. Vai ser incrível, vai ser perfeito, eu vou casar com ele porque ele é tudo o que eu queria'. Entenderam o ponto agora? É, eu achei que entenderiam (: A mesma coisa acontece com o primeiro beijo e tudo o mais. As coisas não são todo o mar de rosas e leite que todos dizem. Porque se fosse verdade, nossa primeira paixão seria nosso marido. Dã, cansei desse mundo clichê. Vamos cortar os pulsos e sermos felizes para sempre ! - Zuuei :)

Alex Flinn - Brutalmente

Dica da Evelin Stahnke ;)
Beastly (Brutalmente), escrito por Alex Flinn, é uma versão moderna de A Bela e a Fera. Acho que todo ser humano habitante do planeta terra conhece a história da Bela e a Fera, não é? Então não preciso ficar me demorando aqui em assuntos que todos já estão cansados de saber. Tipo, a Bela se apaixonou pela Fera que afinal de contas não era a coisa sádica que todos pensam ser e mimimi. Então, segue aí a sinopse de Beastly ;}


Sinopse: Kyle tem tudo, mas ainda assim, não se sente bem ao menos que deprecie e humilhe todos aqueles que não cumprem com seus estandartes de perfeição. Até que um dia se meteu com a pessoa errada, uma estranha garota de sua aula de inglês, que tem o cabelo verde e sua aparência não é precisamente agradável. Como uma brincadeira, ele a deixa plantada no baile. Então descobre que a estranha, entretanto, não é nada mais nada menos que uma bruxa que o castiga com uma maldição!Existe uma possibilidade, ele tem dois anos para encontrar alguém que o ame realmente, apesar de sua aparência monstruosa; mas o que é realmente difícil é que ele também deve amar essa pessoa ou será uma besta para sempre.

PS: Alguéém mais achou a capa liinda? Tipo, super sofisticada e charmosa e cheia de mistério? Ai, gameei. Atenção meninos: deem rosas brancas para suas namoradas ou aspirantes a uma #)

Nós.

Vamos aprender a ser autênticos, demonstrar de quem e o quê gostamos, do modo como preferimos as coisas, marcar sua presença e não se deixar ser a sombra de alguém, ter nossa própria personalidade sem se basear em ídolos teens só porque todo mundo gosta. Vamos aprender a ser sinceros, expor nossas opiniões, dizer que é assim que as coisas devem ser, criticar o governo, levantar as mãos e mandar alguém para o inferno, não dizer o que as pessoas querem ouvir e sim o que precisam ouvir. Vamos aprender a ser bons, ajudar alguém porque você sente que precisa e não porque a propaganda na tv disse que tinha que fazer, sorrir para quem você não gosta e tentar gostar desse alguém. Vamos aprender a ser nós mesmos não importando o que digam de você, assumir seus principios, segui-los sem medo de repreensão porque, afinal de contas, os principios são seus, você não os está impondo a ninguém e os incomodados que virem a cara. Vamos aprender a ser felizes porque no fim de tudo, é isso o que vai importar.
by Amanda Steilein

sexta-feira, 2 de abril de 2010

House of Night | Twilight

E a PC começou a escrever o oitavo livro de HON, o qual será chamado de Awakened (Despertar - numa tradução livre).

"Thought y’all would like to know I’ve officially started HoN book 8, AWAKENED. And just in case some of you are still wondering if I’m really magic please refer to the above photo of me. I think it should be my new author picture, don’t you?!"

Então razones de mi vida *-* Primeiro capítulo de Burned aqui. Eu sei, sou tremendamente bondosa. Acho que estou garantindo meu lugar no paraíso ou no mínimo um ótimo carma na outra vida. Primeiro capítulo cujo qual eu não irei ler como eu fiz com Spirit Bound. Não é bondade com leitores, é só ainda mais torturante porque assim você fica ainda mais ansioso pra saber o que vai acontecer. Eu sei, eu cometi o insano erro de ler os dois capítulos de Kiss of Death que a Rachel divulgou no site dela. És demasiado frustrante para mi. Prefiro esperar o livro lançar.
E mais uma novidade ! Como vocês sabem, é bastante raro eu postar alguma coisa sobre Twilight aqui porque dã, Twilight já deu o que tinha que dar, na minha opinião, claro. Então, tia Steph, aquela lá que escreve Twilight -dãããã Amanda- divulgando novo livro que gira em torno do unvierso Twilight, o qual se chama "The Short Second Life of Bree Tanner" (A Breve Segunda Vida de Bree Tanner). Mas para aqueles seres que quando começaram a ler isso pularam freneticamente achando que a Sr. Meyer vai continuar a história da Bella com mais alguma emoção ou com mais uma preparação para um cofronto com os Volturi que não acontecerá -tá, eu paro de ironizar- pode tirar o sorrisinho abilolado dos lábios. Porque não é nada de Nessie para nós. Lembra da Bree? Aquela vamp recém-criada de Eclipse que foi brutalmente assassinada por ninguém menos que a vaca da Jane? Aquela mesmo. Agora não saiu mais nenhuma noticia sobre esse tãão esperado livro -ATA- apenas que será publicado dia 5 de junho lá nos states. Pois é, estoou transbordando de alegria porque vou poder ler a história da Bree -carinha de nojo da Funéria- Alôw, alguém diz pra Steph que estamos é ansiosos por Midnight Sun? Ou então algum tipo de história oficial sobre a adolescência da Nessie? Tipo, enquanto ela não escrever e publicar nada sobre Midnight Sun, ninguém nunca vai parar de falar nele para ela enfim ter seu 'tempo com o livro' que ela tanto quer 'se sentir sozinha'. Ok, cheega de frescurada dona Stephenie. Já escrever alguma coisa que preste.


E lá pra 30 de julho serão liberados os livros Eclipse com as capas promocionais que eu tanto amo. Dessa vez vão ter duuas.




A primeira é tudo, mas a segunda é muito TVD e na minha humilde opinião, rídicula. O que é o reflexo do Edward no olho da Bella ? Aaargh. Prefiro o MEU livro com a capa com o laço. :P Ah, francamente? Twilight anda me decepcionando desde que lançou Amanhecer. #faleeeeei mesmo.

Fonte