domingo, 21 de março de 2010

Porque é assim que eu me sinto .

À Andressa F. de Souza
Acho que nunca vou conseguir dizer o quanto ter uma amiga como você me ajudou tanto. Você sempre teve bom humor, sempre me colocou pra cima quando eu estava triste e eu acho que o que é mais importante e duradouro nessa nossa amizade de oito anos, é que nenhuma de nós nunca ficou julgando a outra. Claro que sempre nos aconselhamos e fomos sinceras uma com a outra. Sério, acho que nós nunca brigamos sério, tipo aquela coisa de "SHUT UP YOUR BITCH!" Nuuunca. No máximo discussões sobre quem estava namorando quem - se é que isso pode ser considerado discussão. Tipo, dã.
Não consigo lembrar de alguma vez que você não tenha me apoiado, porque sério, acho que talvez seja porque NUNCA aconteceu. Você jamais me deixou na mão, muito pelo contrário, sempre esteve do meu lado quando eu mais precisei e cara, é sério, isso é uma promessa, você vai ser madrinha do meu casamento, mesmo que você esteja morando na Sibéria nauqeles confins gelados, eu vou entupir tua caixa de entrada com emails irritantes até você ser vencida pelo cansaço e pegar o primeiro avião de volta para o Brasil para prestigiar o casamento da melhor amiga como madrinha *-* Tudo que a gente já passo juntas deve ser levado em consideração, né?
Tipo, nossos filhos vão ter que saber um dia quem eram suas mães. Como elas nunca namoravam, ou iam a festas ou sequer falavam palavrões. Eles vão descobrir um dia as meninas descentes que fomos na nossa adolescência. (6)
Amiga, mesmo que a gente perca o contato um dia, eu jamais vou esquecer da nossa amizade e o quanto isso me fez crescer. Você sempre foi e sempre vai ser uma pessoa muito, muito importante pra mim !
Te amo (LL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário