sábado, 20 de fevereiro de 2010

Clube do Beijo | Hush, Hush

Clube do Beijo:
Meu Deus, o que é esse livro? Eu raxeeeei de tanto rir (x O jeito que é escrito e a irreverência e com a extroversão com que é tratad assuntos sérios não te fazem meio que se sentir não a vontade para pensar sobre certos assuntos e dilemas da adolescência. Virei fã dessa Marcia Kupstas *-* Muito legal o livro, sério, amei de paixão mesmo e quem é seguidor assíduo do blog sabe que quando eu não gosto eu falo.

Hush, Hush:
Gente, me nego a fazer resumo dessa história. Sério, é díficil resumir uma história que é emocionante e surpreendente do inicio ao fim! Sério, eu não consegui parar de ler até chegar no final. Levei um dia e meio para terminar o/  Muuuito, mas muuuito legal e lindo e fofo e engraçado *_*
A Nora é uma fofa e o Patch, bom, o Patch é a coisa mais linda e quente que eu já li. Juro. As coisas que ele fala são muuuuuito engraçadas, fiquei rindo sozinha na frente do pc (x A Vee é muito queridinha, eu achei ela meeeega parecida com a minha melhor amiga *-* Toda lokinha, fazendo coisas do tipo... Adooro'
[SPOILER] No final do livro é muito lindo, porque sabe, o livro inteiro o Patch se aproximou da Nora por causa que ele queria sacrificá-la pra poder enfim virar humana e tipo, a Nora é descendente de do imortal Chauncey e mimimi, só que daí, ele se apaixonou por Nora, então, ela ta em cima de uma viga no ginásio, lutando com Chauncey pela sua vida e com seu próprio medo de altura, ela vê Patch lá embaixo impotente sem poder fazer nada e quando Chauncey avança nela, ela não vê outra solução senão pular. Nessa báscia experiência, ela jura ter ouvido o som de asas e tudo o mais e quando ela acorda toda dolorida na sua casa, ela encontra Patch escorado no batente da porta. Ele diz que o sacríficio dela, ela ter pulado, foi nobre e assim matou Chauncey e bem, ele - o Patch - deveria ter virado humano se ela morresse, só que então, ele recusou o sacríficio, preferindo assim como Dabria, a ex-psicótica-namorada-anjo-da-morte dele disse se ele salvasse uma vida humana ele viraria anjo da guarda daquele quem ele havia salvado. Resultado: Patch virou anjinho da guarda da Nora e eu já estava chutando tudo porque achei que com o Patch virando anjo não podia beijar a Nora pq era pecado e ele não sentia - porém ele já tinha dito a ela que ele sentia no coração dele *_* vê se pode, que coisa mais fofa *_* - e então, ela pergunta pra ele se já pode sentir, ele diz que não, mas mesmo assim os dois se beijam *-* O livro termina com ele beijando ela e se afastando, então Nora nãoa guenta mais se segurar - pq sério, ela faz tipo o livro inteiro - e se joga nos braços dele dando-o um beijo apaixonado /suspiros. [/SPOILER]
Alguns teasers do Patch gente. Algumas frases que eu não resisti ao ctrl+c e ctrl+v para postar pra vcs, mas só as mais interessantes e engraçadinhas até o cap 15^^

> “Então vamos fazer a entrevista pelo telefone. Eu tenho uma lista de perguntas bem -” Ele desligou na minha cara. Eu fitei o telefone sem acreditar, e então arranquei uma folha em branco do meu caderno. Eu rabisquei Imbecil na primeira linha. Na linha debaixo eu acrescentei: Fuma charutos. Vai morrer de câncer de pulmão. Espero que logo.
(cap 2 - Nora quando ela liga para o Patch para terminar a lista de características que o prof de biologia pediu, sendo que Patch gastou a aula inteira fazendo perguntas apensa sobre Nora.)

“Nós não jogamos por dinheiro.” Eu coloquei minha bolsa no canto da mesa. “Que pena. Eu ia apostar tudo o que eu tinha contra você.”
(cap 2 - Nora quando ela vai ao bar onde Patch esta jogando sinuca para eles terminarem a lista logo depois que ele desligou o telefone na cara dela x_x)

O Treinador apontou para o meu lado. “Certo, Patch. Digamos que você está numa festa. A sala está cheia de meninas de todas as formas e tamanhos diferentes. Você vê loiras, morenas, ruivas, algumas meninas de cabelo preto. Algumas são extrovertidas, enquanto outras aparentam ser tímidas. Você achou uma garota que encaixe no seu perfil – atraente, inteligente, e vulnerável. Como você a deixa saber que está interessado?”
“Escolho-a. Falo com ela.”
“Bom. Agora para a pergunta principal – como você sabe se ela está na sua ou se ela quer que você continue andando?”
“Eu a estudo,” Patch diz. “Eu descubro o que ela está pensando e sentindo. Ela não vai vir de supetão e me contar, e é por isso que eu tenho de prestar atenção. Ela vira seu corpo em direção ao meu? Ela olha nos meus olhos, então desvia o olhar? Ela morde seu lábio e brinca com seu cabelo, como a Nora está fazendo agora?”
Risadas cresceram na sala. Eu derrubei minhas mãos em meu colo.
“Ela está na minha,” disse Patch, batendo na minha perna novamente. De todas as coisas, eu corei.

(cap 3 - Patch quando o treinador pergunta a ele como ele faz quando encontra uma garota que chamou sua atenção. É basicamente hilário ._.)

Eu notei que ele tinha trocado de faca por uma lâmina maior – e mais afiada.
Como se ele tivesse uma janela para os meus pensamentos, ele levantou a faca, examinando-a. A lâmina brilhou na luz. Meu estômago se apertou.
“Abaixa a faca,” eu instrui silenciosamente.
Patch olhou de mim para a faca e então novamente. Após um minuto ele a deitou na minha frente. “Não vou te machucar, Nora.”
“Isso é... tranqüilizante,” eu consegui dizer, mas minha garganta estava apertada e seca.
Ele girou a faca, o cabo apontado na minha direção. “Vem aqui. Vou te ensinar a fazer tacos.”

(cap 8 - Postei porque nos capitulos finais ele admite para Nora que quando segurou a faca ele estava realmente pensando em matar ela naquele instante x_x)

"Hm - o objeto não aparenta ter pulsação", eu disse, dando um beliscão forte no pulso de Vee.
Enquanto o Treinador verificava o pulso de Vee, ela fingiu estar desmaiando e se abanou. O Treinador capturou os meus olhos com os dele, olhando-me sobre os óculos. "Bem aqui, Nora. Batendo alto e forte. Tem certeza que o objeto não fez nenhum movimento, incluindo falar, durante os cinco minutos inteiros? O pulso não está tão lento quanto eu teria esperado."
"O objeto não concorda com a parte do não-falar", Vee se intrometeu. "E o objeto não consegue descansar sobre uma mesa tão dura. O objeto gostaria de propor uma troca de lugares para Nora ser o novo objeto."

(cap 15 - Aula de biologia onde Vee e Nora estão tirando a pulsação)

"Patch?", ele disse. "Importa-se em vir aqui? Parece que nós estamos tendo um problema com parceiros de laboratório."
[...] Um momento depois Patch sentou-se na mesa ao meu lado. Ele juntou as mãos preguiçosamente entre os joelhos e manteve um olhar firme sobre mim.
"O quê?", eu disse, sentindo-me nervosa sob o peso de seu olhar.
Ele sorriu. "Eu estava me lembrando dos saltos de tubarão. Ontem à noite."
Eu senti o usual peso no estômago que Patch sempre me fazia sentir, e como sempre, não consegui distinguir se era uma coisa boa ou ruim.
"Como foi a sua noite?", eu perguntei, minha voz cuidadosamente nêutra enquanto eu tentava quebrar o gelo. Minhas aventuras de espionagem ainda jaziam inconfortavelmente entre nós.
"Interessante. A sua?"
"Não muito."
"O dever de casa foi brutal, hein?"
Ele estava gozando de mim. "Eu não fiz o dever de casa."
Ele tinha o sorriso de uma raposa. "Quem você fez?"**Nesse caso, o Patch quis insinuar que Nora se agarrou com alguém ou coisas assim hihi
Eu fiquei sem fala por um momento. Eu fiquei ali com minha boca entreaberta. "Isso foi alguma insinuação?"
"Só curioso com qual é a minha competição."
"Cresça."
O seu sorriso se alargou. "Relaxe."
"Eu já estou andando em gelo fino com o Treinador, então me faça um favor e vamos nos concentrar na experiência. Eu não estou no humor de brincar, então, se você não se importa...", eu lancei um olhar severo para a mesa.
"Não posso", ele disse. "Eu não tenho coração."
Eu disse a mim mesma que ele não estava sendo literal.
[...] Alguns minutos depois eu abri uma fresta do meu olho.
"Acabou o tempo", disse Patch.
Eu levantei meu pulso para que ele tirasse a pulsação. Patch pegou minha mão, e uma onda de calor subiu pelo meu braço e terminou com um aperto no estômago.
"O pulso do objeto aumentou com o contato", ele disse.

(cap 15 - Quando Patch assume o lugar ao lado de Nora pq Vee não parava de falar)

Okey, eu simplesmente ri até chorar na parte que o Patch dia que a Nora esta completamente na dele (x Hushusdhf '

XOXO

4 comentários:

  1. aah eu to lendo Hush, Hush é MUITO aloks **suspira

    E o Clube do Beijo eu to doidinha pra ler... Vou ver se baixo!
    =**

    ResponderExcluir
  2. Os dois livros são ótiimos :)
    Beijo;*

    ResponderExcluir
  3. Tenho que concordar contigo: o Patch é TUDO!!!

    Morri de rir com as vezes em que a Nora fica desnorteada com os comentários dele...

    Ex:
    "Chama-se banho." Eu estava olhando diretamente para frente. Quando ele não respondeu, eu me virei para o lado. "Sabonete. Shampoo. Água quente"
    "Nua. Sei como é."

    ResponderExcluir
  4. HSDUFHSUHFSUDHF cara, eu também ri muito, muito mesmo com os comentários engraçadinhos dele. Tipo, sério, quem não se apaxionaria por um cara assim? Misterioso, engraçado e que fica te cantando o tempo todo? é meio inevitável (#

    bjs:*

    ResponderExcluir