domingo, 31 de janeiro de 2010

Trágico, trágico .

As vezes as pessoas podem ser realmente cruéis em relação a minha altura. Piadinhas com relação a minha altura são frequentes. Até minha irmã mais nova entrou na roda.
Estávamos eu, ela e minha mãe assistindo a uma reportagem na tv sobre anões. Minha mãe diz: "Nossa, a Amanda perto deles é uma giganta!" Eu olhei bem séria para ela e preferi responder o comentário com um sorrisinho amarelo e um obrigado. Porém, minha irmã mais nova ! exclama: "Não mãe! Até perto deles ela fica pequenininha!"
Okey, trágico. Idaí que eu tenho 1, 63 e meio ? Idaí que meu irmão de 13 anos é mais alto que eu dois centimetros ! ? Idaí que minha irmã mais nova esta quase me alcançando? Okey, meus problemas são sérios, mas tipo, eu sei disso, não precisam ficar me lembrando :)
Uma vez, eu estava caminhando pela escola ao lado do meu melhor amigo, quando ele se vira pra mim e diz: "Mê! Como tu é pequenininha!" Eu nem sei da onde veio aquele comentário, mais tudo bem. Mais tarde no mesmo dia, estavamos na sala de aula, ele sentado do meu lado e lança: "Não, mas não pode, tu é muito pequenininha." Sério, eu estudo com o garoto desde a segunda série e já fui maior que ele um dia. Pois é, hoje ele tem os seus 1, 87. Eu sei, trágico.
Biblioteca da escola, livros bons localizados na parte mais lata da prateleira e a Amanda se matando pra alcançar. Eu já estava na pontas dos pés e com o braço totalmente esticado e ainda não conseguia alcançar o livro. Pois é, eu sou brasileira minha gente - eu nunca desisto {; Então, um amigo particularmente bem mais alto que eu, chega me dando um puta susto dizendo: "Ajuda?" sim, eu fico vermelha, dou um sorrisinho do tipo "Sim, eu realmente necessito muito de um cara forte alcançando um livro pra mim" e balanço a cabeça. Livro nas mãos e eu descubro que é poesia. E eu odeio poesia. Sim meus queridos, toda aquela humilhação para um livro que eu devolvi - numa prateleira mais baixa, claro.
Minha melhor amiga e eu quando vamos andar na rua, sabe, no asfalto do bairro tem tipo uma elevação e como ela tem 1,75 ; bom, eu fico do lado mais alto do asfalto onde nossa piadinha itnerna é 'para não dar muito contraste'. O pai da minha outra melhor amiga e vizinha :D sempre que eu ia na casa dela o que era frequente :D ele me perguntava o que eu queria ser quando eu crescesse, bom, eu sempre respondia: JORNALISTA e então ele dizia: "Não, você vai ser grande." Eu nunca entendi se era uma analogia ao meu tamanho ou uma consideração de que eu ainda tinha esperança de crescer.

Beijos para as baixinhas que me entendem. Porque ser baixinha é estilo meu beeem ;D

2 comentários:

  1. Ah...Amanda não esquenta não, eu tenho 1,57 e já ouvi tanta coisa,(Rá). O que mais me irritava era ir jogar vôlei na escola (dá pra imaginar né?!) Ficar bloqueando na rede era só um sonho.
    só ouvia "É melhor tu ficar no fundo mesmo" ¬¬
    Mas estamos aí né?! Com todo charme que as baixinhas tem e com os altos a nosso favor.
    hehehehe
    BJuhss
    Caroli's
    Obs.:Há +- uma semana te acompanho e tô adorando o teu blog.

    ResponderExcluir
  2. Vôlei é tortura pras baixinhas menina :#
    Claro, as baixinhas tem seu charme e todos são altos perto de nós, então temos praticamente um parcial muito grande de vantagem ;B

    Beijoos Carol:*

    PS: Obg querida *_*

    ResponderExcluir